Crítica: Colheita Maldita (1984) - Sessão do Medo

24 de março de 2012

Crítica: Colheita Maldita (1984)


"E uma criança os guiará''

Stephen King é o primeiro nome que vem a cabeça quando pensamos no escritor que mais teve livros adaptados para o cinema, são vários filmes ótimos, péssimos, bons, ruins... Alguns ganhadores até de Oscars de melhor filme. O escritor contribuiu bastante ao gênero terror no qual ele domina na literatura, algumas adaptações de seus livros geraram alguns filmes que são considerados clássicos e cults, entre eles Carrie A Estranha, Christine O Carro Assassino, Cemitério Maldito, O Iluminado e é claro Colheita Maldita, que mesmo tendo uma adaptação irregular ao conto original é um dos grandes nomes do gênero terror até hoje.

Baseado no conto As Crianças do Milharal, Colheita Maldita é um dos muitos filmes cultuados até hoje que levam a marca do escritor. É uma adaptação bem irregular do curto conto original. É claro que não é fácil adaptar um livro para o cinema, seria impossível por exemplo adaptar a obra It - Uma Obra Prima do Medo num filme de 1 hora e meia ou duas horas, pois o conto é muito grande e não ficaria completo, no caso de Colheita Maldita já é o contrário, o filme teve que ser adaptado para ocupar um filme de 1 hora e meia, já que o conto original era bem curto, sendo assim, os roteiristas tiveram que acrescentar personagens e eventos ao roteiro do filme, tendo bastante liberdade criativa para alterar o conto original e o resultado é um filme irregular, que mesmo sendo um bom filme de terror é bastante inferior ao conto original em alguns momentos.


O filme começa com uma ótima cena de abertura narrada por Jobie, um dos personagens principais do filme. Jobie acompanha o Pai até uma lanchonete e vê alguns jovens da cidade se aproximando do local, com facas, foices, cutelos de carne... O grupo se reúne e matam brutalmente todos os adultos da cidade, liderados pelo pastor mirim Isaac e seu mentor Malakai. Todos eles são fanáticos e veneram uma entidade maligna que eles chamam de ''Aquele que anda por trás da plantação'', ou ''Aquele que anda por trás da fileiras'', como é descrito no conto. A seita de Isaac é formada por crianças e adolescentes, que matam os adultos em nome da crença, fazendo sacrifícios em nome da entidade que eles veneram.

Depois da cena de abertura somos apresentados ao casal Burt (Peter Horton) e Vicky (Linda Hamilton, a eterna Sarah Connor de Exterminador do Futuro), que após uma breve estadia em um hotel, caem na estrada do interior, cercada de milharal em volta. Num minuto de distração ao procurarem direções no mapa, eles atropelam uma criança na estrada. O garoto Joseph que momentos antes estava correndo pelo milharal, tentando fugir da cidade. Burt desce do carro para ver se o garoto ainda estava vivo depois do impacto. Ao verificar o corpo ele percebe que a garganta do garoto foi cortada antes do acidente.

O casal então se dirigem a cidade mais próxima para relatar o assassinato do garoto, chegando até Gatlin o casal encontra a cidade completamente deserta, com escolas, igrejas, lanchonetes vazias e com sinais de vandalismo, cheio de troncos e pés secos de milho. Mesmo estranhando o estado da cidade, eles continuam a procura de pessoas por ali e encontram uma garotinha chamada Sarah, que é irmã de Jobie, escondida em uma casa. Burt decide continuar procurando ajuda na cidade e deixa Vicky na casa junto com Sarah. Depois de chegar, presencia os jovens numa igreja fazendo um ritual religioso, um dos jovens da seita desenha um pentagrama no peito e coloca o sangue em um calice onde uma garota bebe. Burt interrompe o ritual e acaba sendo perseguido pela molecada. Enquanto isso na casa os outros jovens da seita invadem a casa e capturam Vicky, levando ela até o milharal onde a oferecem como sacrifício.



Colheita Maldita está entre os maiores cults do gênero, não considero um clássico, mas considero um bom filme de terror. Assim como todo filme tem suas qualidades e seus defeitos. O roteiro tem vários defeitos, mas nada que tire o mérito de ser um bom filme. Das muitas modificações que o conto sofreu ao ser adaptado para o filme alguns foram bons, outros nem tanto.

Um acerto foi mudar os personagens principais, que no conto era um casal que se odiava e passavam a história toda discutindo, já no filme o casal é carismático, tanto os personagens como os atores. Falando em atores, os atores que interpretam Isaac e Malakai não poderiam ser melhores e mais bem escolhidos, cada um dá um ar sinistro aos seus personagens. O Isaac consegue ser bem macabro, ele realmente passa a ideia de criança diabólica, já o ator que interpreta Malakai passa a agressividade necessária ao personagem, que realmente parece um assassino frio e violento, ambos os personagens tem grande destaque no filme, mas não tanto no conto. 

Uma das coisas mais memoráveis do filme é a trilha sonora, composta por uma música bem macabra ao estilo A Profecia, o tipo de música que é tão memorável quanto o filme.


O clima de suspense do filme é bem bacana, a cidade abandonada passa uma sensação inquietante, que seria mais bem explorada se não fosse mostrado no inicio o motivo de estar deserta, a não ser pelas crianças. O filme se desenvolve bem com um suspense e tensão crescente,  mas quando chega na parte final vai por ladeira abaixo, todo clima de terror construído ate então é quebrado quando o elemento sobrenatural entra em cena. Até então o terror do filme estava no fato das crianças matarem os adultos por pura fé cega e fanatismo religioso, não em entidades sobrenaturais.O filme perde pontos ao mostrar que "Aquele que Anda por trás da Plantação" é real, seria mais assustador se o público ficasse na dúvida se ele era real ou não. Outra coisa que incomoda bastante na parte final são os (d) efeitos especiais de péssima qualidade. Não vou entrar em detalhes para não estragar as surpresas e entregar mais spoilers. Alguns devem estar pensando: ''Mas o filme foi feito em 1984, não tinha como ter efeitos especiais bons o bastante''. Ai está o engano, vários filmes de terror daquele ano e até antes dele, souberam criar bons efeitos especias de forma sutil e criativa. Um bom exemplo é A Hora do Pesadelo que foi lançado no mesmo ano desse filme, que tem uma cena muito boa com um ótimo efeito especial onde Freddy Krueguer atrevessa as grades da prisão. Até hoje eu fico impressionado como os efeitos especiais daquele filme são bem feitos, já Colheita Maldita eu me impressiono ao contrário, como pode os efeitos especiais serem tão ruins?! Talvez seja culpa do orçamento do filme, coisa que poderia ser resolvida com um pouco mais de criatividade e sutileza.


Além desses defeitos, o grande erro e o maior deles é terem hollywoodizado demais a parte final e o desfecho com um final feliz e sem graça. Estragando o grande desfecho do conto original. Outra coisa que incomoda é a solução fácil que os roteiristas deram para os personagens principais acabarem com o mal do filme.


Mesmo com o roteiro cheio de altos e baixos o filme tem várias cenas memoráveis, entre elas a cena de abertura onde os jovens matam todos os adultos dentro de uma lanchonete, a cena do atropelamento do moleque fugitivo também é muito boa e uma que eu gosto muito é aquela em que o Isaac volta depois de morto e diz: "Ele quer você também, Malachai!"


O filme foi lançado no Brasil com o título Filhos do Mal e logo depois ganhou o titulo de Colheita Maldita, mas o título apropriado seria: As Crianças do Milharal, o mesmo do conto original. O filme deu origem a uma das franquias mais longas da história do cinema, com várias continuações desnecessárias e inferiores.

Vale a pena conferir, pode não ser um ótimo filme, mas agrada bastante os fãs do gênero.

Postado por: Marcelo                                      

3 comentários:

  1. cara até gosto bastante desse filme me lembro bem da 3º parte aonde tem uma cena que lembro que me deixou sem comer milho durante anos rsrsrs que a cena que dos milhos saem baratas afff e todos que comem começam a morrer rs hoje sei que aquela continuação foi inferior ao original e muito sem nexo porém gosto bastante da saga não vi todos os filmes mas se encontra-los quero ver sim ^^ boa critica

    ResponderExcluir
  2. Cara, facilmente você encontra no kickass.to, yify, entre tantos outros. Dá uma olhadinha, pois foi por lá que eu baixei toda a saga!!

    ResponderExcluir
  3. Anônimo12/07/2017

    ola sou a Thais podem sim abaixar os filmes todos pelo wifi no celular k 5 e o k7 da samsung é ótimo ja fiz isso e ja sei todos os filmes .

    ResponderExcluir