Crítica: A Lonely Place to Die (2011) - Sessão do Medo

17 de abril de 2012

Crítica: A Lonely Place to Die (2011)


Uma das coisas que o expectador descobre depois de assistir inúmeros filmes é que sempre que você cria expectativas para um filme é sempre decepcionado e quando não tem expectativa nenhuma é surpreendido. Assisti A Lonely Place to Die sem nenhuma expectativa e foi uma grande surpresa, sendo um dos melhores filmes do ano passado e que continua inédito nas terras brazucas.

O filme é uma produção da Escócia e conta a história de um grupo de cinco escaladores que ao explorarem uma montanha afastada de tudo, encontram uma garota enterrada viva, em uma grande caixa e ao salvarem a garota são perseguidos pelos sequestradores que querem a garota de volta. A personagem principal interpretada pela Melissa George (que esteve em Horror em Amityville, Turistas, 30 Dias de Noite e Triangulo do Medo) faz tudo pra proteger a garota, arriscando a própria vida pra manter ela a salvo.

Um ótimo filme que passou batido por todo mundo, as cenas de ação são espetaculares, todas bem feitas e realistas. O trabalho dos dublês é algo notável, tem várias cenas onde alguém pula de um penhasco ou é atirado contra rochas e todas são feitas com dublês, nada de efeitos especiais. 


Melissa George está ótima como protagonista e consegue prender o expectador na trama que também é bem conduzida e ágil, o filme todo tem um ritmo bem frenético com cenas espetaculares de suspense, ação e tensão, uma boa mistura dos três.

Em alguns momentos o filme lembra um pouco o recente Vertigem, mesmo sendo muito superior. Só não espere do filme sangue e violência, o foco mesmo é o suspense, com os personagens tendo que sobreviver aos sequestradores que matam eles a tiros a longa distancia. Mesmo isso sendo usado durante todo o filme nunca parece ser repetitivo e é um dos grandes acertos do filme para criar cenas tensas, onde os personagens ficam vulneráveis, já que a área onde o filme se passa é grande e mesmo que eles corram bastante, ainda assim podem ser ameaçados pelos assassinos.

Lá pela parte final o filme surpreendente ao mudar de cenário, se passando em um ambiente mais urbano, mas sem perder o rumo.

A Lonely Place to Die é um dos filmes que surpreendeu positivamente, é um suspense eficiente com várias cenas bacanas de tirar um folego. recomendado pra quem curte um suspense tenso e com bastante adrenalina.

Postado por: Marcelo

Nenhum comentário:

Postar um comentário