Crítica: A Hora do Pesadelo 2 - A Vingança de Freddy (1985)


Como eu tinha prometido a vocês, aqui está a critica da continuação do clássico de 1984, A Hora do Pesadelo, esse é a A Hora do Pesadelo 2: A Vingança de Freddy lançado em 1985. Para ler a critica do primeiro filme clique aqui.

O filme conta a história da família Walsh, que se muda para a antiga casa de Freddy Krueger na rua Elm. Logo, o filho do casal Walsh, Jesse (Mark Patton) começa a ter horríveis pesadelos com Freddy, então sua namorada Lisa (Kym Myers) resolve investigar o passado da casa. Mas com o tempo, Freddy começa a controlar o corpo de Jesse, para que comece a matar pessoas, para ele. Antes de assistir a esse filme, sempre ouvi falar que ele é inferior ao primeiro, e bem ruim. Então vamos analisar o filme.


Sem dúvida alguma, A Hora do Pesadelo 2, é uma das melhores continuações de filme que eu já vi, tanto que até me surpreendeu. O filme em aspectos gerais é quase igual ao original, mantendo muitas semelhanças. A história, ainda bem, não é exatamente igual a do filme anterior, o que é um ponto positivo. Achei legal o fato do Freddy, começar a "possuir" o corpo de um garoto para este sair por ai matando as pessoas. E o filme vai seguindo num ritmo muito bom, sem ficar monótono ou com as coisas se resolvendo rápido demais. Os novos personagens também continuaram carismáticos, mesmo que Nancy, Tina, Glen e os outros eram mais.
Eu não tenho do que reclamar das atuações do filme, o Mark Patton tá genial, ele consegue passar bem a sensação de "estar possuído" e os outros atores mesmo não se destacando tanto ( as vezes porque os próprios papeis não permitem ) também conseguem manter bem o filme.

Uma coisa que eu achei que esse filme não ia me surpreender, é nas cenas dos pesadelos. Em determinadas partes do filme, eu achei que porque eu já tinha visto o primeiro filme, eu sempre saberia quando uma situação é real e quando pé um pesadelo. Bom eu me enganei e muito. Muita coisa que eu achei que era pesadelo, era real e vice versa.


Outro elemento que eu gostei e muito do primeiro filme que foi preservado nesse, são as cenas surreais. No primeiro filme teve a cena da boca do Freddy saindo do telefone, a da mãe sendo puxada pro buraco da porta. Nesse filme tem bem mais, como a cena da língua, a cena do papagaio e a melhor é a cena da transformação.

O final do filme é QUASE igual ao final do primeiro, com uma pequena diferença que se eu falar é spoiler, então assistam os filmes para descobrir. Mas é um desfecho bem legal, com cenas finais dignas do filme. Para encerrar digo que vale sim a pena ver esse filme, e que ele continuou muito bem o primeiro filme. Os dois não tem nenhuma ligação quanto a personagens, não faz diferença se você assistir esse primeiro mas é claro que vocês devem começar pelo começo né?

Postado por: Igor Afonso