Crítica: O Massacre da Serra Elétrica - A Lenda Continua (2013) - Sessão do Medo

17 de maio de 2013

Crítica: O Massacre da Serra Elétrica - A Lenda Continua (2013)


Sem dúvida alguma o clássico O Massacre da Serra Elétrica de 1974 é um dos filmes mais importantes de todos os tempos no gênero terror, filme que deu o pontapé em várias produções envolvendo assassinos em série matando um grupo de jovens. Mesmo que o filme dirigido por Tobe Hooper seja um dos maiores clássicos do cinema, a franquia não teve sorte com as continuações, que mesmo divertidas variam entre aceitáveis e ruins.  Os produtores e a Lionsgate, responsável pela franquia Jogos Mortais tiveram a ideia de fazer uma nova continuação, ignorando todos os 5 filmes que viram após o original, incluindo o remake e o prequel do remake. A ideia era fazer uma especie de continuação alternativa do filme original, assim como Halloween H20 fez, ignorando outras continuações.

O filme começa de onde o original parou, mostrando os eventos após Sally ter conseguido escapar da família Sawyer. Depois de escapar, ela informa a policia local sobre os eventos e a noticia se espalha, levando a fúria aos caipiras locais, que decidem fazer justiça por conta própria, colocando fogo e matando toda família, restando apenas um bebê, ou assim eles pensam.



Décadas se passam e o filme mostra Heather (Alexandra Daddario), trabalhando em um açougue de um supermercado, a moça é tal prima do Leatherface, que sobreviveu ao incêndio e acaba de herdar uma mansão no Texas de uma Avó que ela nem sabia que existia e sem saber sobre os eventos que ocorreram no Texas, em que a familia Sawyer, incluindo sua Mãe biológica, foram mortos pelos moradores locais.  Descobrindo que é adotada, ela discute com os pais adotivos e decide ir  rumo ao Texas atrás da tal herança junto ao namorado Ryan (Trey Songz), a amiga safada Nikki (Tania Raymonde) e o  namorado corno da amiga chamado Kenny (Keram Malicki-Sánchez).


Após atropelar por acidente um sujeito chamado Darryl (Shaun Sipos) no posto de Gasolina, eles decidem dar uma carona para o cara. O grupinho é aquele tipo de personagem clichê dos filmes de terror, estereotipados ao extremo, bem diferente dos personagens do original. Chegando ao local o grupo tem a ideia brilhante de ir na cidade comprar comida, e deixam Darryl sozinho na casa, onde ele tira proveito para roubar todos os itens de valor do lugar. Ao vasculhar a casa, ele encontra uma grande porta de metal no porão da casa, fortemente trancada e faz de tudo para abrir, sem saber que ali vive Leatherface, que não gostou de saber que a casa está sendo habitada por outras pessoas, assim como alguns moradores locais.

Com um pouco mais de cuidado no roteiro e na produção o filme seria uma continuação digna do filme original. O filme começar de onde o primeiro parou foi um acerto e é incrível como o cenário é idêntico até nos mínimos detalhes com o filme de 1974. Temos ainda logo na primeira cena do filme,  Leatherface com a mesma mascara e roupas  usadas no final do primeiro e o vovô, que não foi esquecido (interpretado por John Dugan, mesmo ator do filme original). Além do Drayton Sawyer Pai do Leatherface, interpretado pelo excelente Bill Moseley (O Chop Top de O Massacre da Serra Elétrica 2). A mancada de roteiro, porém aparece logo nos primeiros minutos ao mostrar a família Sawyer, dessa vez formada por umas 10 pessoas, incluindo o Gunnar Hansen, numa ponta completamente desnecessária. No filme original a família era formado por 4 membros: Leatherface, o irmão Caroneiro, o Pai Drayton e o Vovô. De onde surgiram o restante da família? Essa é apenas a primeira de várias mancadas no roteiro.


O filme segue com uma outra mancada de roteiro, ainda pior. O filme se passa nos dias atuais, sendo que a sobrevivente Heather ainda bebê em 1974, tem uns 20 anos, quando deveria ter em torno de 40. Vários momentos ficam claros que o filme se passa nos dias atuais, as músicas tocadas no rádio e uma cena que mostra um dos personagens com um smartfone e outra com um maluco vestido de Jigsaw do Jogos Mortais.

O roteiro escrito por 4 pessoas, incluindo Adam Marcus, (in) Responsável pelo roteiro do péssimo Jason Vai Para o Inferno e Strephen Susco (O Grito), apresenta outro problema ao não desenvolver alguns personagens na primeira metade. A relação de Heather com os pais adotivos era algo que merecia mais destaque para justificar o desfecho da história. Tudo acontece muito rápido, a moça descobre que uma Avó distante e desconhecida morreu, descobre que é adotada e que os pais mentiram o tempo todo e parte em busca da herança com os amigos, sem nem ao menos ler o contrato, ou pesquisar a familia Sawyer. O desenrolar a partir do ponto em que o grupo chega a casa é como qualquer outro slasher conhecido. O grupo decide passar a noite na casa sem saber que ali mora um assassino. O desenrolar me lembrou mais os filmes da série Sexta-feira 13 do que os outros filmes do Massacre da Serra Elétrica. Dessa vez não temos mais uma família matando e torturando estranhos, dessa vez é apenas o Leatherface por conta própria. Quem achou que o personagem seria feito aos moldes do filme de 1974, completamente maluco, gritando e rindo das vitimas, se enganou, nesse ele parece mais o Leatherface do remake ou o Michael Myers do Rob Zombie. O visual também foi modificado, descaracterizando muito o personagem, que sempre será lembrado pela imagem do primeiro filme.


A violência e as cenas de morte superam o remake. Os efeitos de maquiagem e gore foram criados por Greg Nicotero e Howard Berger, responsáveis por quase todos os filmes da série, incluído o excelente O Massacre da Serra Elétrica O Inicio. Entre as melhores cenas tem uma em que um dos personagens é pendurado em um gancho ainda vivo e cortado ao meio pela moto-serra e outra que um outro personagem tem o rosto arrancado ainda vivo.

As cenas de perseguição e correria também são boas, algumas cenas conseguem ser tensas como aquela do ataque na Van, que é mostrado no trailer. O 3D é pouco eficiente são apenas umas 4 cenas que duram apenas alguns segundos na tela e que não fazem muita diferença.



Alexandra Daddario é a única que se destaca no elenco, além de ser a segunda protagonista mais gostosa da série, perdendo só para a Jessica Biel do remake. O restante do elenco estão divididos entre ruins e aceitáveis. Scott Eastwood (Filho do Clint Eastwood) merece o framboesa de ouro pela atuação nesse filme, fazia tempo que não via um ator tão canastrão e ruim quanto ele. 

O filme começa a se perder quando chega na parte final, quando o filme dá uma virada na trama e inova, embora o final seja bem diferente pros padrões de filmes de terror, ele acaba decepcionando exatamente por ser diferente do esperado, nesse caso o tipico final clichê seria bem vindo. Lembra do que acontece em The Tall Man? Pois é quase a mesma coisa. Um desfecho que vai surpreender ou decepcionar. Depois do desfecho apresentado to na torcida para que a noticia de mais seis continuações seja falsa. Parece que a Lionsgate quer transformar a franquia no novo Jogos Mortais do cinema.


Assim como aconteceu com O Exterminador do Futuro: A Salvação o único destaque do filme são as referencias ao filme original. A primeira cena é espetacular e a alguns rápidos momentos que homenageiam o filme original, como a tartaruga morta na estrada, pequenos detalhes que só são notados pelos fãs do filme original. A direção de John Luessenhop é segura e em alguns momentos se destaca como naquela cena em que Heather vê Leatherface pela primeira vez.

O Massacre da Serra Elétrica 3D é apenas mais um filme para a franquia, não cumpriu a promessa de ser uma continuação digna do filme original. É um filme com todos os clichês do gênero, um terror genérico desses que saem ao montes no genêro, bem diferente do filme impactante de 1974. O maior problema como foi comentado é o roteiro, que se fosse melhor escrito poderia sim render um bom filme. 

Obs: O filme tem uma cena pós-créditos, quem for ver no cinema pode ficar até o final da projeção

Postado por: Marcelo

27 comentários:

  1. Anônimo1/13/2013

    tambem espero que a noticia das seis continuações sejam falsas não tem sentido em esticar a franquia isso prova que eles só ligam para o dinheiro e não estão nem ai para os fãs e mais uma vez digo não tem sentido ter seis continuações isso é um exagero

    ResponderExcluir
  2. Anônimo1/13/2013

    haaa vei a loirinha de massacre o inicio ébem mais gostozaa!!!criic ficou boa=D

    ResponderExcluir
  3. A loirinha é muito gostosa mesmo, mas eu só mencionei as protagonistas, ela é só coadjuvante.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo1/13/2013

    rsrs humm. ae sim. cara fiquei puto quando a loirinha moeu. ela era boa de mais pra morrer uauhuha.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo1/21/2013

    Mas, pera, o drayton sawyer não era o irmão mais velho do Leatherface?
    Vi o trailer to loka pra ver, vovo tá igual até na maquiagem ultrapassada (não que seja ruim)

    ResponderExcluir
  6. O Drayton é Pai do Leatherface e do Caroneiro, lembra que ele batia nos dois? E na cena que ele chega em casa ele fala para o caroneiro: "Olha o quê o seu irmão fez com a porta!"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo9/08/2013

      As pessoas interpretam erro isso, no filme original o Drayton é o irmão mais velho, por isso ele bate nos dois o tempo todo. O próprio ator que interpretou o Drayton no original chegou a comentar isso em um documentário sobre o filme ...

      Excluir
  7. Anônimo1/24/2013

    esse filme e uma piada,tobe hooper devia processar o estudio e principalmente o roteirista..deram uma continuaçao exdruchula pro classico de 74

    ResponderExcluir
  8. Anônimo1/25/2013

    Nossa!!!eu acho q o único massacre é o roteiro muito mal escrito.Péssimo o final.Sem sentido algum

    ResponderExcluir
  9. Anônimo1/26/2013

    ah tah, ok, irmão do Leatherface é o sherif hoyt do remake, irmão adotivo aliás, embora eu nunca entendi direito o grau de parentesco da família em nenhum dos filmes

    ResponderExcluir
  10. Anônimo2/02/2013

    Gosto muito do Início. Aliás, dessa obra em geral. Enquanto a essa última, desnecessária.

    ResponderExcluir
  11. Anônimo2/02/2013

    que site ei procuro pra assistir o massacre da serra eletrica 3d

    ResponderExcluir
  12. Tive que deletar o comentário de alguém que perguntou sobre o final do filme. Não foi pessoal, só que nem todo mundo leva na boa saber do final sem ter visto o filme. Qualquer dúvida manda uma mensagem pra página do Facebook que eu respondo na boa. Abraço!

    ResponderExcluir
  13. O Massacre Da Serra Elétrica (2003), Massacre. O Início e o original de 1974 são superiores a todos, o resto é babozeira e falta de respeito para com os fans da franquia.
    Diretores e roteiristas desocupados que colocam suas mãos imundas em uma história tão fantástica que foi O Massacre Da Serra Elétrica.
    Não se preocupam com a realidade e com o fato de que a história tenha sido verídica. Querem apenas lucrar, fazem um filme artificial, com um leatherface magrelo e cauculista sendo que na real era um grandalhão retardado.
    Só em ver o trailer desse, fiquei furioso. Pura banalização do The Texas Chainsaw Massacre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo9/06/2013

      Na verdade, a história que inspirou toda essa franquia não teve massacre, nem serra elétrica. Apenas pegaram a história de um necrófilo doentio e transformaram-no num monstro com uma serra... Enfim, isso é pura ficção, maquiada sob uma história bizarra, mas que diz-se "baseada em fatos verídicos". Abraço.

      Excluir
  14. Me decepcionei com os remakes de terror feitos até agora(exceto "o massacre da serra elétrica"-2003), principalmente com Halloween que Rob Zombie destruiu. Saí feliz, e esperançoso do cinema nessa segunda-feira. Parabéns pelo filme(apesar dos deslizes), que renovou de forma coerente e precisa, um exemplo de filme que merce ser exaltado e assistido mais de uma vez. O meu incomodo foi justamente o que foi ressaltado acima, a questão de só o Latherface sobreviver e um pouco do afastamento do latherface de 1974, do resto é só alegria. se tivesse que dar uma nota seria 9.2.

    P.S: O ANIMAL MORTO NA ESTRADA NÃO É UMA TARTARUGA, MAS SIM UM TATU. SE POSSÍVEL MODIFICAR NA ÓTIMA CRÍTICA, POIS NO FILME É NOTÁVEL.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, que mancada, pode crer é um tatu sim, vou corrigir isso. Esse filme tá dividindo opiniões, é naquele esquema do "Ame ou Odeie". Que bom que você curtiu. hehehe

      Excluir
  15. Anônimo5/22/2013

    Marcelo leia aí a critica desse site, encontrei no texto do cara que o postou, muitas palavras, até parágrafos reproduzidos de seu texto. Muito do que tem nessa critica foi descaradamente copiada, e acredito que sem a sua autorização. O cara que que escreveu, só se prestou a fazer alguma alterações, e pode-se facilmente identificar alguns trechos que ele retirou de sua critica, fica evidente o plagio. Eu acho que se apoderar de algo de outra pessoa sem seu consentimento é errado. Escrever um texto que não é seu e assinar como sendo seu, é querer enganar o leitor, e receber os créditos pelo material. Ao menos o cara deveria ter citado a fonte. E só encontrei evidencias refente a sua critica, pode ter ainda mais material retirado de outros autores, pois só identifiquei algumas semelhanças com o seu texto, pois acompanho quase todos os dias o seu blog. E logo abaixo está o link do site com a critica de Massacre da Serra Elétrica 3D - A Lenda Continua. Leia e veja se eu não tenho razão. Um abraço e sucesso aí. http://www.nerdspot.com.br/2013/cinema/um-filme-que-divide-opinioe/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu por avisar. Vou dar uma olhada. Valeu mesmo!!!

      Excluir
    2. Olá Marcelo, tudo bem?
      Sou um dos responsáveis pelo Nerdspot.
      O comentário acima foi feito no post do nosso site. Após o mesmo, verifiquei que os textos possuem semelhança, mas, infelizmente eu não consegui determinar a data do seu post aqui. A fonte para seu blog foi devidamente inserida.
      Saliento que o Nerdspot é um site formado por pessoas idôneas e o evento citado nada mais é do que um equívoco.
      Caso você se sinta lesado, peço que me informe e o post será removido imediatamente, sem qualquer tipo de constrangimento. Afinal somos colegas em prol de um mesmo objetivo que é disseminar conhecimento sobre assuntos em comum com nosso público ok?
      AH! informo ainda que o comentário em questão foi feito pelo Sr. Karam Monteiro que aqui se apresentou como "Anônimo".
      Um grande abraço.

      Excluir
    3. Oi Cristian, gostei do site e valeu por passar aqui e explicar o assunto. Sim, a postagem do autor foi copiada, com poucas alterações no texto. A publicação aqui no Blog foi feita em Janeiro, assim que o filme saiu nos Estados Unidos, todo o texto foi escrito por mim. Agradeço ao Karam Monteiro por informar e a você pela providencia tomada ao informar a fonte da postagem.

      Não precisa deletar a postagem, a fonte foi informada, nesse caso o site está apenas compartilhando a critica e não plágiando, já que informa a fonte de onde saiu. Abraço!

      Excluir
    4. Boa noite,Marcelo! cara eu vim aqui pedir mil desculpas a você por um erro que eu cometi,em relação a postagem da critica. eu realmente no inicio me passei e acabei esquecendo de colocar o seu blog como referência,foi um erro fatal.sua critica e excelente.eu não quis de forma nenhuma plagiar a sua postagem em nenhum momento.as providencias já foram tomadas no blog. e informo que o blog Nerdspot não tem nenhuma responsabilidade sobre o texto. e erro foi meu..novamente peço desculpas

      Excluir
  16. Anônimo9/29/2013

    gente nao entendi, aquela garota de olho azul que sobreviveu no final sendo prima do leatherface, ela passa a cuidar dele no final ou vai embora nao entendi?

    ResponderExcluir
  17. Odeio esse filme, ele me deu trabalho pra assistir inteiro, o único momento em que me empolguei, foi quando pensei que a protagonista exibiria seus seios, mas a blusa parecia estar presa com uma LINHA, LINHAAA, onde esse mundo vai parar viu.

    Pior é que quando ela sai do armazém a blusa esta devidamente abotoada, quase chorei, mas o filme é ruim, não tem jeito, o roteiro foi mastigado e cuspido.

    ResponderExcluir
  18. Nossa,eu odiei esse filme com todas as minhas forcas! Nao consigo entender,como puderam errar tanto? Nossa,foi tudo rapido demais,historia mal aproveitada. Na minha opiniao,o melhor e o massacre da serra eletrica de 2003,igual a esse ninguem faz!

    ResponderExcluir
  19. Se comparado ao 2,3 e 4 para mim esse até consegue ser um filme aceitável. Eu pessoalmente gostei dele, mesmo com todos esses erros foi legal ter um filme em que o Leatherface tem mais destaque do que e resto de sua família, algo que não acontece nos outros filmes, também achei legal a violência dele, nunca na franquia eu vi o leatherface serrar uma pessoa e a câmera mostrar explicitamente como mostra nesse filme. O final eu entendo todo mundo achar decepcionante, mas eu achei legal até pelo fato de não ter sido o mesmo clichê de sempre, porém, após esse final estranho, não consigo imaginar de forma alguma algum tipo de continuação para essa franquia através deste filme,

    ResponderExcluir