Crítica: O Mestre dos Desejos (1997) - Sessão do Medo

15 de fevereiro de 2013

Crítica: O Mestre dos Desejos (1997)


Segunda-feira é dia de Igor no Sessão do Medo, e hoje eu começo dizendo que eu queria agradecer a todos que leram minha critica de Terror em Silent Hill e ela se tornou a minha critica mais lida do blog. Mas vamos aos conformes, isso foi apenas uma introdução da critica.


Uma coisa que eu percebi nos filmes de terror, e acredito que muitos também, é a diferença perceptível dos anos 80, para os 90 nos efeitos especiais dos filmes. Brinquedo Assassino 2, A Noiva de Chucky, Pânico, Voo Noturno, A Experiência, entre outros, me fizeram perceber que eu gosto até mais dos filmes dos anos noventa, do que dos oitentões (apesar de A Hora do Pesadelo, O Enigma de Outro Mundo e Gremlins terem seu lugar). Mas o que eu mais gosto desses que eu citei dos noventa, é sem dúvida Wishmaster, (Mestre dos Desejos aqui no Brasil).

A história já uma velha conhecida, que já foi usada em vários desenhos da minha infância. Alexandra (Tammy Lauren), além de treinar um time de basquete feminino infantil, trabalha fazendo avaliação de peças antigas e pedras preciosas. Ao receber a pedra em que o Djinn (Andrew Divoff) “adormece”, vê algo estranho dentro dela e entrega a um amigo – que é apaixonado por ela – para uma análise mais detalhada.  Porém, sem querer, ela o liberta, dando inicio a uma perseguição, várias mortes e fatos bizarros resultantes de desejos que o Djinn vai realizando enquanto pega as almas das pessoas, até chegar á sua grande mestra: Alexandra, que tem visões exatamente na mesma hora em que esses acontecem. E no geral é só isso, o grande destaque do filme não é o roteiro (apesar de já ser interessante), mas outros aspectos que falarei adiante.


A direção do filme fica a cargo de Robert Kurtzman e tem produção de Wes Craven (Pânico, A Hora do Pesadelo) então se tem dedo do pai do Freddy e da Sidney Prescott no meio, não tinha como dar m*rda né? E não deu mesmo, a única coisa que deu foi um dos maiores clássicos de terror dos anos 90. A fotografia também está normal, mas nem por isso ruim, mas vamos aos destaques que eu mencionei anteriormente.


Primeiramente Andrew Divoff ganhou o prêmio do "Sessão do Medo Awards" de ¨Melhor atuação de terror¨. Ele está excelente tanto quando está como Djinn, quanto quando está como humano. E nesse último, só o olhar dele já basta para não querer encontra-lo pessoalmente. Apesar de que Tammy Lauren com cara de Brittany Murphy também está boa, O segundo destaque está para a equipe dos efeitos especiais. Trabalharam muito bem, tornando o filme muito interessante e sem necessitar de CGI, principalmente nas mortes, e na realização dos desejos, que ficaram bem criativas. Fora a maquiagem do Djinn que eu nem preciso comentar muito. Uma dica, eu assisti o filme sem ter visto o trailer. Só o assisti depois de ter visto o filme e fiquei bem contente por não ter visto antes, já que o trailer mostra 95% das cenas boas do filme, por isso nem coloquei o trailer aqui no post, pra ninguém cair em tentação.


Como se Mestre dos Desejos já não fosse muito bom do jeito que é, ele também reúne um elenco de peso, que inclui Robert Englund (o Freddy dos 7 filmes de A Hora do Pesadelo e do crossover) e Kane Hooder (o Jason de Jason Vai Para o Inferno). Além de Wes Craven que não deixa de fora seus traços na produção, como as mortes / cenas surreais que são de encher os olhos. Mestre dos Desejos também tem um clima de maldade visto em poucos filmes, acho que nunca vi um filme em que "as trevas" foram retratadas de uma forma tão... Real.


Enfim, se você não assistiu esse filme ainda, não perca tempo e veja porque vale a pena. Um filme que merecia ser bem mais lembrado do que o quanto ele realmente é, e não perde para outros clássicos de sua época.  Não vi as três continuações ainda, mas pelo que leio ficaram bem abaixo do original (o que não é difícil e bem comum também).


Postado por: Igor

2 comentários:

  1. igor muitoo boaa a critica, concordoo em tudo é u filmaooo mesmo! eu ate fiz 1 critica dele no castelodo terror mais o blog deu um error q nao consegui consertar tornandoa invisivel,.
    Mas um filme é sm sombras de duvidaa 1 classicooo!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo3/22/2013

    wishmaster e o melhor filme de terror ja feito

    ResponderExcluir