'A Morte do Demônio' é elogiado pela imprensa internacional - Sessão do Medo

20 de março de 2013

'A Morte do Demônio' é elogiado pela imprensa internacional



Depois de sua estreia mundial no festival South by Southwest® (SXSW®), semana passada, 'A Morte do Demônio' (Evil Dead) tem recebido elogios da imprensa especializada que já conferiu o longa nesta sessão.

Segue abaixo algumas críticas:
John DeFore/ HOLLYWOOD REPORTER
A MORTE DO DEMÔNIO traz satisfatórios efeitos nojentos que servem a um tirmo super acelerado de ação.”

Joe Leydon/ VARIETY
“A ênfase em desmembramento e desfiguração deve fazer deste filme um must-see do entretenimento gore.”

Alan Cerny/ AINTITCOOL.COM
“… Estou louco para assistir novamente…”

Evan Dickson/ Bloodydisgusting.com
“Este é o seu ‘Os Vingadores’, este é o seu ‘Avatar’, este filme é o que você estava esperando há quase uma década de um ‘grande’ filme de terror.”

Harry Knowles/ AINTITCOOL.COM
“A experiência de assistir a este filme foi uma das mais visceralmente emocionantes que eu já tive.”

Matt Hardeman/ TheHDRoom.com
“… Totalmente e incrivelmente impressionante.”

Fred Topel / CraveOnline.com
" A Morte do Demônio é implacável, melhor que o filme original.”

Nesta aguardada refilmagem do filme de terror cult de sucesso de 1981, cinco amigos de vinte e poucos anos se isolam num chalé retirado. Quando descobrem um Livro dos Mortos, eles inconscientemente invocam demônios adormecidos vivendo nas florestas adjacentes, e os jovens, um após outro, vão sendo possuídos por eles até que resta somente um intacto para lutar pela sua sobrevivência.

'A Morte do Demônio' tem prevista para 19 de abril de 2013 no Brasil.


O núcleo de atores inclui Jane Levy (da série “Suburgatory”) como Mia; Shiloh Fernandez (“A Garota da Capa Vermelha”) como David; Lou Taylor Pucci (“Vírus”) como Eric; Jessica Lucas (“Cloverfield – Monstro”) como Olivia e Elizabeth Blackmore (da série “Legend of the Seeker”) como Natalie.

Diablo Cody ('Juno', 'Garota Infernal') reescreveu o roteiro, utilizando como base o texto do semi-desconhecido uruguaio Federico Alvarez, que ficou com a direção.


Fonte: Cinepop