Crítica: Maníaco (2012) - Sessão do Medo

28 de maio de 2013

Crítica: Maníaco (2012)


Sinopse: Frank (Elijah Wood) mora e trabalha em uma loja de manequins que foi herdada do pai. O problema é que ele costuma dar um sinistro toque aos bonecos, ele coloca o couro cabeludo de mulheres que ele escalpela. As coisas mudam quando ele conhece a fotógrafa Anna (Nora Arnezeder), com quem desenvolve uma relação bem próxima, algo incomum para o solitário Frank. Só que seus impulsos de perseguir e matar se tornam cada vez mais incontroláveis.

Se 2012 foi o ano dos founds footages no terror, 2013 deve ser o dos remakes: ''Evil Dead'' (que já estreou), ''Carrie'', ''The Town That Dread Sundown' ''O Massacre da Serra Elétrica 3D'' entre outros. E nesse post falarei de um deles: ''O Maníaco'' remake do filme homônimo de 1980.



O filme é protagonizado por Elijah Frodo Wood, que interpreta Frank, um homem que possuí problemas mentais, e por isso sequestra, mata e tira o couro cabeludo de mulheres, ao acaso em Nova York. Frank, trabalha / vive numa loja de manequins, e ele usa o cabelo das mulheres que mata para colocar neles. Até aí tudo bem tirando o fato de que mulheres estão morrendo, porém quando Frank conhece a fotografa Anne, tudo pode mudar, já que desenvolve sentimentos mais fortes por ela. Mas será que seus instintos mais cruéis vão domina-lo ?


Primeiramente digo que não vi o filme original, então não posso comparar, mas ''O maníaco'' é um filme que tem uma profundidade diferente do geral, talvez seja um bom sinal do ano de 2013. O filme se passa em primeira pessoa, mas não caí no clichê câmera na mão =  caçar fantasmas. Nenhuma das duas coisas acontece. Apenas vemos a situação do angulo do protagonista, o que as vezes dá uma agonia danada, as vezes é estranho e as vezes também nos sentimos como voyers da situação. E o que o diretor mais quis que sentíssemos é sem duvida, a impotência diante de certas situações (diga-se, de mortes).


As cenas do começo estão entre as melhores do filme, talvez por se passarem a noite, mas a profundidade da câmera em primeira pessoa aumenta. A trilha sonora com batidas eletrônicas fortes contribuí para deixar o clima com um ar de perigoso. As cenas de violência estão bem agoniantes, com uma boa direção, direção essa que fica a cargo de Alexandre Aja (Viagem  maldita, Alta tensão, Espelhos do medo).


Elijah Wood atua muito bem, já que o filme depende basicamente dele. E apesar de ele ter poucas aparições, são todas necessárias. As garotas vitimas também passaram sua emoção.

O final do filme tem cenas bem psicodélicas que eu não vou comentar muito. Só vou comentar que é um filme muito bom e que merece ser visto. É um dos melhores do ano? É cedo para dizer, mas com certeza não é um dos piores. Recomendado, se vocês está cansado das mesmas coisas sempre.

Postado por: Igor

Um comentário:

  1. Cara não assistir esse nova versão do "O Maníaco", MAS ACHO que não dar pra comparar com o filme de 1980 que foi um dos melhores filmes de terror já produzidos. Na época, se fazia filmes bobos com psicopatas perseguindo adolescentes babacas e tarados. Aí surgiu "O Maníaco" com um psicopata ao mesmo tempo atormentado pela dominação materna do passado, mas muito inteligente e socialmente inserido na selva de pedra de Nova York. UM CLÁSSICO!!! Assista-o!!! Está no Youtube.

    ResponderExcluir