Crítica: Invocação do Mal (2013) - Sessão do Medo

6 de agosto de 2013

Crítica: Invocação do Mal (2013)


Invocação do Mal, novo trabalho do diretor James Wan é mais um exemplo de como uma boa direção faz diferença em um filme. Se tivesse sido comandando por um diretor menos competente seria só um dos muitos filmes fracos que saem ao montes nos dias atuais. O filme é baseado em arquivos de casos reais do casal de parapsicólogos Ed e Lorraine Warren. Mas sejamos sinceros, ninguém compra mais esse peixe de "Filme baseado em fatos reais" no máximo Invocação do Mal teve inspiração em alguns casos registrados pelo casal de parapsicólogos, que em um dos vários casos registraram as assombrações da casa de Amityville nos anos 70, época em que esse filme se passa.


A história é focada no casal de investigadores paranormais Ed Warren (Patrick Wilson de Insidious) e Lorraine Warren (Vera Farmiga de A Órfã e Bates Motel), os dois investigam e desvendam casos de assombração, grande maioria tendo explicações cientificas. O casal além de investigar tais casos, dão palestras falando sobre o caso. É numa dessas palestras que surge Carolyn Perron (Lili Taylor do péssimo A Casa Amaldiçoada), pedindo a ajuda do casal com a assombração em sua casa. Antes de Carolyn pedir ajuda ao casal já é mostrado as assombrações na casa da família, onde os relógios paravam as 03:07 (no mesmo esquema de Horror em Amityville, onde a hora da assombração era sempre as 3:05), o cachorro da família aparece morto logo nos primeiros dias na casa e Carolyn tem vários hematomas estranhos pelo corpo. A narrativa é criativa, foca tanto na família, quando no casal. A cena mais criativa é aquela mostrada no teaser trailer, onde Carolyn brinca de esconde-esconde com os 5 filhos com uma venda, e vai seguindo o som das palmas de cada um, até chegar ao porão.

Lorraine e Ed decidem ajudar a família e vão até a casa investigar o caso, logo nos primeiros minutos na casa, Lorraine sente a presença da entidade que se torna pior a cada dia, para piorar ainda mais o caso, a assombração segue o casal e assombra a filha deles.


É a primeira produção de James Wan a não ter Leigh Wannell como roteirista, dessa vez o roteiro ficou por conta de Chad Hayes e Carey W. Hayes (A Colheita do Mal). O roteiro não é tão original, em alguns momentos lembra muito outros filmes conhecidos como Amityville 2 - A Possessão e Desafio do Além, o grande destaque é como o diretor constrói o clima de tensão, sem apelar pro susto. Clima esse que é muito bem trabalhado durante todo o filme, principalmente pelo jogo de câmeras que James Wan faz, muito semelhante ao Insidious. Só que diferente do outro, esse aqui foca mais na sugestão do que no susto, e o filme quase todo é construído no clima de tensão. 

Quem não viu o trailer, recomendo que não veja, o trailer entregou demais várias cenas que só acontece lá pro final do filme, perdem um pouco do impacto para quem já viu o trailer. Outro lance bacana, é a forma como o filme apresenta o caso de parapsicologia, de forma de sutil e até realista. As falas do casal lembram muito os médiuns que aparecem em documentários na TV, como aquela que a Lorraine explica sobre a assombração que assombra a família. Todos os atores, todos mesmo, estão ótimos em cena, com destaque para a Vera Farmiga, com uma expressão de tristeza durante todo o filme e Patrick Wilson bem convincente no papel. Os dois tem química e estão ótimos em cena, o resto do elenco manda muito bem também.


Invocação do Mal mostra sua falha apenas no roteiro, que deixa algumas coisas em aberto, como a parte falando sobre um caso em que Lorraine ficou traumatizada. É apresentado a cena em um rápido flashback, mas não dá detalhes do caso. Os roteiristas deveria ter melhorado essa parte, dando detalhes do caso, isso pareceu apenas ter sido jogado na tela, fora isso, tudo certo!

O filme entra fácil num top 10 melhores filmes de terror do ano, com certeza vai tá na lista do Sessão do Medo no fim do ano. Fazia tempo que eu não via um filme desse estilo trabalhar mais com o clima de tensão, deixando o tal "jumpscare" de lado. O filme tá sendo chamado de "Um dos melhores filmes sobre assombração dos últimos anos" e merece tal titulo.

por Marcelo Alves

Título Original: The Conjuring
Ano: 2013
Duração: 112 minutos
Direção: James Wan
Roteiro: Chad Hayes, Carey W. Hayes
Elenco: Patrick Wilson, Vera Farmiga, Lili Taylor, Ron Livingston, Joey King, Shanley Caswell, Hayley McFarland

14 comentários:

  1. Anônimo8/06/2013

    ótima critica!!! minhas expectativas estao la em cima!!!! o 2 ja ta realmente confirmado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara se eu fosse vc não ia com tanta expectativa. Vai por mim, eu fui e me frustrei legal. A menos que você nunca tenha assistido nenhum dos filmes da série Amittyville, nem Poltergeist, nem Exorcista, vc vai achar tudo muito previsível

      Excluir
  2. Moacir8/06/2013

    Ótima crítica sobre o filme, estou louco pra ver esse. Sugestão de crítica http://www.imdb.com/title/tt2332831/

    Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo8/07/2013

    o filme é em latim?

    ResponderExcluir
  4. TO NA EXPECTATIVA POR ESSE FILME. GOSTEI DA CRITICA!

    ResponderExcluir
  5. Esse filme é muito bom, tem algumas partes que lembra atividade paranormal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só aquela cena que a menina é arrastada pelo cabelo, consegue ser melhor que todos os filmes da série Atividade Paranormal juntos.

      Excluir
  6. Cara esse filme é simplesmente um dos melhores filmes que já assisti em toda minha vida!!!

    ResponderExcluir
  7. Assisti ontem na pre estreia da Warner, e realmente, Vera Farmiga sempre impecável e O clima de tensão é muito presente. Mas os "jumpscare" estão lá, e muitos...

    ResponderExcluir
  8. Anônimo8/15/2013

    Muito bom. Só vendo pra se convencer que é um dos melhores filmes de terror paranormal da atualidade. Recomendo.

    ResponderExcluir
  9. Anônimo8/31/2013

    melhor critica que achei sobre o filme, vc falou tudo: o filme constrói clima não sustos

    ResponderExcluir
  10. Anônimo9/15/2013

    Ótima critita e ótimo filme!

    ResponderExcluir
  11. Anônimo10/30/2013

    O filme é bom sim, fotografia, trilha, atores, ele não inova, mas é tão bem feito e sem exageros na intenção de assustar, a direção é correta. Não é toda hora que encontramos tudo isso em um filme...quem viu A aparição, sabe do que estou falando...

    ResponderExcluir
  12. Anônimo11/21/2013

    um que merece um osca

    ResponderExcluir