Crítica: Jogos Sangrentos (2006) - Sessão do Medo

28 de agosto de 2013

Crítica: Jogos Sangrentos (2006)


"O Pior Filme de Terror que Você Verá na Sua Vida" 


Produção de terror violenta, com trama que surpreende em sua resolução e clima claustrofóbico e assustador. Uma bela mulher, com uma filha de seis anos, volta de um encontro onde ela acredita ter conhecido o homem que poderá dar estabilidade à sua vida e à sua filha. Porém, de forma misteriosa, ela acorda dentro de um caixão, com o corpo todo dolorido e sem a filha por perto. Sozinha e em desespero, ela é torturada de várias maneiras por seu raptor e não consegue entender o que esteja acontecendo. Cercada por dor e loucura, ela precisa arrumar uma forma de sobreviver e, o mais importante, descobrir quem está por trás desse jogo brutal e o porquê dela estar passando por isso tudo.





Quem acompanha o gênero a algum tempo já deve ter se deparado com todo o tipo de produção, filmes de baixo orçamento, bagaceiro, de mal gosto ou simplesmente ruim. Há casos de filmes que por serem ruins são bons, quando são exagerados e caricatos, como é o caso do subgênero trash. Tem também filme que são tão ruins que não existem motivos de existir. Não poderia de deixar de comentar um dos filmes que se encaixa nesse padrão de filmes tão ruins que não tem motivo de existir, diferentes dos filmes "ruins do bem" que eu mencionei, esse aqui é uma produção de mal gosto, que nem ao menos entretêm o expectador.

Conheci essa maravilha de filme tem muito tempo, quando eu ainda trabalhava numa locadora e quando a franquia Jogos Mortais era um dos maiores hypes do cinema de terror. É claro que ia aparecer alguns filmes direto em DVD querendo pegar uma carona em cima da franquia, como foi o caso de Armadilhas Mortais ("Are You Scared?" 2006) e essa produção intitulada Broken, que no Brasil ganhou o título picareta de Jogos Sangrentos, para conquistar o público despercebido. A produção é da dupla  Simon Boyese e Adam Mason (de Rios de Sangue e A Cadeira do Diabo). Embora a premissa seja quase a mesma de Jogos Mortais, Jogos Sangrentos vai por outro caminho, e foge do esperado. Isso é bom? Nesse caso aqui não! O filme é feio, mal desenvolvido, de mal gosto, mesmo não sendo mal feito. O roteiro é tão mal desenvolvido que eu me pergunto como foi aprovado pelos produtores e olha que eu sou o tipo de expectador que nem sempre vejo problemas com roteiros furados, só que nesse caso mermão, o bagulho é doido, intragável e de muito mal gosto.

O filme começa muito bem, e é tenso nos primeiros 15 minutos, logo na primeira cena é mostrada um mulher dentro de uma grande caixa de madeira onde é aprisionada por um raptor desconhecido. Entre unhas quebradas e socos, ela acaba conseguindo sair e se encontra numa densa floresta no meio do nada.. Perdida, a moça tenta escapar, mas acaba sendo atingida pelo raptor. Quando acorda está amarrada ao tronco de uma árvore, com uma corda amarrada ao pescoço e com os pés apoiados em alguns pedaços de madeira. Se ela perder o equilíbrio, cai e morre enforcada na arvore. Com ferimentos por todo o corpo, ela percebe um grande corte suturado na barriga. O único jeito de se soltar é abrir os pontos do corte e pegar uma gilete que está ali dentro. (Jogos Mortais 2, Alguém lembrou do maluco com a chave atrás do olho?). Pois bem, com uma lasca de madeira ela começa a desfazer os pontos. Ela então mete a mão dentro da ferida e vasculha no meio das tripas a gilete. O raptor se aproxima com uma espingarda aponta para a moça e pergunta: “Você quer continuar?”.

Com essa cena de abertura promissora que é dada a largada para o filme, nada poderia dar errado depois dessa cena, né? E o que vem depois disso? Merda, muita merda! É depois dessa cena bacana de abertura que o filme cai MUITO.




O filme acompanha Hope (Nadja Brand Mason) que é apresentada em menos de 5 minutos antes de ser jogada na mesma situação que a pobre infeliz na cena descrita acima. Depois de voltar de um encontro amoroso, Hope chega em casa, vai até o quarto da filha e vê que tudo está bem, a dimenor dormindo numa boa, então ela decide subir para o quarto e dormir também, quando acorda, se encontra presa em um caixão, e sem notícias da filha. Sozinha e desesperada ela se torna prisioneira do mesmo estranho que torturou a moça da primeira cena, tendo que trabalhar pra ele, como se fosse sua escrava e sua cadela de estimação. A moça é mantida por uma coleira, onde o raptor passeia com ela pela floresta. Só faltou ela mijar no poste e cagar no chão! As tarefas incluem cozinhar e limpar seu “quintal". Sério isso??? Pode crer!!! E o quê aconteceu com o tal Jogos Sangrentos do título? Só perguntando para o roteirista.

Um dica de amigão, se você decidir ver esse filme, veja sozinho ou vai passar vergonha, assistir com a namorada ou namorado nem pensar, a não ser que você queira levar um pé na bunda!
A ruindade do filme é gradual, vai piorando durante a projeção do filme, chega um ponto que é quase impossível terminar de assistir o filme todo, só os persistentes, como eu, vão conseguir assistir até o final.


Que rumo a história toma? Nenhuma, dias se passam e a personagem principal meio que se acostuma com a situação, se tudo já tava ruim, fica pior ainda quando o tal raptor arranja outra escrava, Hope tranquila, até mesmo dá aulas de como se comportar na frente do assassino, para outra mulher. Tudo isso chega a ser vergonhoso de tão ruim e de mal gosto. O filme segue nesse joguinho psicológico do raptor e suas criadas. Qual o real objetivo do maluco? No começo parecia que ele era um simples sádico que queria fazer um jogo, testando as vitimas até o limite, só que não! Não sabemos nada sobre ele, em alguns casos, a falta de motivo é algo bem vindo, mas não nesse caso aqui.


(A próxima cena que eu vou descrever aqui contêm Spoilers, então se não quer saber pule para o o próximo paragrafo).
Não posso deixar de mencionar a pior cena do filme aqui: Depois de mais de 40 dias sendo mantida em cativeiro, sendo mal tratada pelo seu "mestre". Hope tem a ideia genial de fazer sexo com ele, com o objetivo de escapar... Depois da trepada louca, o maluco cai no sono e Hope se prepara para matar, mas na hora H, fica com peninha do maluco e, em vez de mata-lo, decide cortar o tendão dele, na parte de trás do joelho, para que ele não corra atrás dela, nem isso a filha da puta faz direito, causando apenas um ferimento superficial na perna dele. Depois disso ela corre e ele corre atrás, e consegue pegar ela e depois, quebra a perna dela para ela não fugir mais. (Bem feito filha da puta! Quem mandou ter pena desse viado?!).


O quê dizer da atuação da atriz Nadja Brand? Péssima!!! Além dela atuar de forma mecânica e artificial, ela não tem carisma nenhum. O filme todo eu torci para o cara matar logo todo mundo e essa porra terminasse logo. Não dá para se envolver com a história, muito menos com a personagem. Já o ator que faz o raptor, não se destaca e não aparece tão bem em cena, mas ta bem caracterizado e não compromete em nada o filme. Os efeitos de maquiagem não são ruins, em algumas cenas são muito bem feitos, já o resto é tudo muito mal feito, não curti a fotografia, senti falta de uma trilha sonora, de atores bons e um roteiro aceitável.

#Chatiada

O final consegue fechar o filme com chave de ouro, tendo o pior desfecho que eu já tive o desprazer de acompanhar, já vi muito filme com o desfecho ruim, mas esse aqui merece os parabéns, é sem dúvida o pior que eu já vi na vida. Só não vou contar porque sei que vai ter maluco ai com curiosidade de ver o filme, depois de eu ter dito o quanto era ruim!


Jogos Sangrentos é, sem dúvida, um dos piores filmes de terror que eu já vi nessa vida,eu queria muito trabalhar nessas distribuidoras de DVD no Brasil, eu ia fazer um tagline bem grande na capa do DVD: "O Pior Filme de Terror que Você Verá na Sua Vida". Péssima direção, roteiro, atuação, desenvolvimento.... Um filme para passar longe!

8 comentários:

  1. Anônimo8/28/2013

    engraçado q quando vi este filme tb trabalhava em 1 locadora kkkk, a capa era de uma maao segurando um coração. lembro que o filme era ruim.nao sei se a esse ponto que vc falou,so sei q naum entendi nada do final.
    se me lembro bem amulher cifou cega.algo assim, alguem trem foi noolho dela!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SPOILER PORRA!!!


      É isso ai, ela fica cega mesmo!

      Excluir
    2. Anônimo8/28/2013

      SPOILER nada!!!!! As pessoas nao controlam spoiler nos comentarios. os comentarios sao direcionados a vc e nao aos visitantes kkkkk. lê quem é curioso, e de curiosidade o gato morreu!
      Mas voltando o filme, a cenas das tripas que ela procura o gilete é bem maneira, por mais que o filme seja muito ruim!

      Excluir
    3. HAHAHAHAHAHHA To brincando contigo. Mas que final escroto hein, além do filme ser uma merda o final se supera!

      Excluir
  2. Anônimo8/29/2013

    pera o filme termina com ela cega e oque acontce com o raptor e a outra mulher?????????????????????????????????????????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A outra mulher eu não lembro, só lembro que ela perde a lingua. O raptor morre, se eu não me engano. A cena final mostra a personagem principal, Hope indo até uma cabana abandonada em busca da filha, quando abre a porta uma armadilha dispara e vários pregos entram na cabeça dela, alguns nos olhos, deixando ela cega. Ela se levanta e grita e o filme acaba.

      FIM.

      Excluir
  3. Anônimo8/21/2014

    Esse filme e basseado em fatos reais sim ou não

    ResponderExcluir