Crítica: Mischief Night (2013) - Sessão do Medo

31 de outubro de 2013

Crítica: Mischief Night (2013)



Parece que 2013 é ano de filmes de terror sobre invasão domestica, já saíram só esse ano Static, Uma Noite de Crime, Você é o Próximo e ontem dia 30 de Outubro foi lançado em circuito limitado nos cinemas americanos o filme Mischief Night, a história desse aqui segue a mesma premissa dos outros três filmes citados, mascarados invadindo uma casa, só que nesse a história é ambientada na véspera de dia das bruxas. Originalidade é algo que não existe nesse filme, é uma colagem de tudo que já foi feito e usado no gênero, com o mesmo esquema de suspense na primeira metade, com um jogo de gato e rato na segunda metade.

O filme acompanha a história de uma garota chamada Emily Walton, que sofre de cegueira psicossomática (Não sei que porra é essa!) desde o acidente de carro que tirou a vida de sua mãe, algo que não é muito explicado pelo roteiro. Mesmo com a cegueira, ela é completamente independente. Na véspera dia das bruxas o Pai decide ir a um encontro e deixa a filha sozinha em casa, no dia que acontece o tal Mischief Night do titulo, noite em que a pirralhada faz o inferno nas ruas, tacando ovos nas janelas das casas entre outras coisas... Emily começa a estranhar depois de ouvir barulhos na casa de madrugada, batidas na porta e ovos sendo jogados nas janelas, mas sem o som de crianças. O que se segue após isso é tudo o que já foi mostrado em filmes como Os Estranhos, o invasor entra na casa, mas a mocinha não o vê e isso é um pouco explorado pra criar o suspense e nesse caso aqui funciona, já que a mina é cega e não consegue ver o invasor mesmo ele estando na sua frente, tendo que superar as deficiências pra continuar viva.




Como eu disse ai, a originalidade passou longe, tirando o lance da protagonista ser cega, tudo que o filme mostra, já foi mostrado antes e de forma mais impactante. Até mesmo o lance dos rabiscos em vermelho de Os Estranhos e Você é o Próximo foi copiado aqui; Quem não lembra dos estranhos escrevendo nas paredes: "Hello" e em Você é o Próximo: "You're Next"? Pois é, o assassino nesse aqui escreve nas paredes: "Boo", mas o mesmo esqueceu que a mina é cega e não consegue ler (!). A própria caracterização do assassino parece uma mistura da assassina de Alice, Sweet Alice, misturado com o Michael Myers do Rob Zombie.

A diferença de todos os outros filmes mencionados e Mischief Night é que todos os outros souberam explorar o suspense, já esse cai no lugar comum e é lotado de clichês do tipo vitimas indefesas caindo ao serem perseguidas pelo assassino, personagens que aparecem em cena só para morrer em menos de 5 minutos, celular dando pau na hora H, entre outras coisas...

Os atores são só ok, o único rosto conhecido do elenco é o da atriz Erica Leerhsen (O Massacre da Serra Elétrica, A Bruxa de Blair 2Wrong Turn 2...), mas ela só aparece em cena por uns 5 minutos e some logo na primeira cena. O resto do elenco é desconhecido e sem destaque, a mina que faz a cega não convence em momento nenhum, tem hora que parece que ela esquece que a personagem é cega, mas de resto joinha pra ela. 

Ao todo Mischief Night é um filme bem executado, mesmo com o excesso de clichês e colagens de outros filmes melhores. Ainda acho que o lance de vitima cega e assassino poderia ter sido mais explorada e de forma melhor, principalmente no climax do filme, mas infelizmente cai num lugar comum, assim como todo o filme. 

Postado por: Marcelo Alves


6 comentários:

  1. cegueira psicossomática é uma cegueira temporaria causa por um trauma... poxa q pena q nao curtiu esse, eu adorei, e tenho q discordar em varios pontos ai... mas gosto cada um tem o seu.... De qualquer forma continua escrevendo muito bem... abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Ron, eu não gostei exatamente por achar que poderia ser melhor. Acho que poderiam ter explorado mais o lance da mina ser cega e tals. Não é um filme ruim, mas também não é grande coisa.

      Excluir
  2. Vou procurar pra assistir hoje a noite,acho que vou gostar! (:

    ResponderExcluir
  3. Anônimo1/05/2014

    um erro do filme na minha opniao foi a escolha da casa . pois ela é a mesma onde o casal morreu no começo do filme, isso significa q o homem e a filha mudaram a pouco tempo pra la.. e a menina andava na cs como se morasse la desde a infância.. correndo, desviando.. como q uma menina cega conhece tao bem uma casa daquele tamanho a ponto de conseguir sobreviver? mais enfim no geral ate q gostei do filme..

    ResponderExcluir
  4. Tem Esse Filme Dublado??? Gostei Muito Gostaria De Assistir ?

    ResponderExcluir
  5. Gostaria de Assistir esse Filme Tem Dublado Por Favor??

    ResponderExcluir