Stephen King Fala Mal de 'O Iluminado' Novamente - Sessão do Medo

11 de novembro de 2013

Stephen King Fala Mal de 'O Iluminado' Novamente

Se alguém ficou feliz quando O Iluminado foi indicado a dois “prêmios” no Framboesa de Ouro (o Oscar dos piores filmes produzidos), esse alguém foi Stephen King. O escritor já deixou claro para todo mundo que não gostou da adaptação da sua obra homônima feita pelo diretor Stanley Kubrick (2001 - Uma Odisseia no Espaço), em 1980. E agora, em uma recente entrevista, ele afirmou que sua opinião continua a mesma.
King conversou com a emissora BBC para promover Doctor Sleep,que será a sequência do livro O Iluminado, lançado há 36 anos. Inevitavelmente, o assunto sobre a decepção com o longa de Kubrick surgiu durante a entrevista. “Eu acho que uma das coisas que as pessoas se identificam nas minhas publicações é o ardor. Os leitores sentem que são parte daquela história. Mas eu sinto que Kubrick fez algo muito frio. Nós vemos pessoas, mas elas estão distantes, como formigas em um formigueiro”, declarou.
As críticas não pararam por aí. O escritor norte-americano também reclamou das interpretações dos protagonistas Jack Nicholson (Os Infiltrados) e Shelley Duvall (Três Mulheres). “No filme, o personagem de Jack Torrance parece louco logo de início, ao invés de ir se transformando lentamente pelas forças do mal. E sua esposa Wendy é um dos personagens mais misóginos do cinema. Ela só está lá para gritar e ser estúpida, e isso não é a mulher que eu descrevi no meu livro”, falou.
Essas declarações de reprovação não são novas. De acordo com o site IMDb, Stephen King já havia dito que “odiava” o longa e que estava “profundamente desapontado” com o resultado. Para ele, a trama parecia “um grande e lindo Cadillac sem motor”. King até chegou a elogiar o visual criado por Stanley Kubrick, mas reforçou que a produção era apenas “superfície”, e não “conteúdo”.
O livro Doctor Sleep, continuação de O Iluminado, será lançado nos Estados Unidos, no dia 24 de setembro de 2013. A história acompanha um adulto Danny Torrance (filho do casal Jack e Wendy), que trabalha em um hospital utilizando seus poderes.
Fonte e texto: Cinema em Cena

Um comentário:

  1. Infelizmente eu concordo com SK....adoro os livros dele e a aura de suspense que ele cria são únicos...porém as adaptações, em sua grande maioria, levam pra tela o suspense mas não aproveitam dos outros artifícios que o audiovisual pode proporcionar...um exemplo é Rose Red, o filme é tenso, carregado de suspense mas qnd os "fantasmas" aparecem, dá vontade de rir...rs tão tosquinhos que são...
    Eu vi primeiro O Iluminado que foi feito em forma de minissérie em 1997 e depois li o livro....esse ano somente, depois de tanto me falarem da versão original (que todo apaixonado por terror TEM QUE VER nem que seja pra falar mal depois!..srs) resolvi assistir e assim...se eu tivesse visto o original primeiro, sem conhecer a história, provavelmente eu teria gostado mais...mas nem de longe é um filme ruim, mto pelo contrário...
    Pra época realmente deve ter sido sinistro (vide os filmes lançados no período) mas hoje em dia a aura do filme soa mais cômica do que assustadora..rsr
    As atuações de Nicholson e Duvall chegam a ser caricatas e muitas cenas foram alteradas o que pode ser bom ou ruim, dependendo do ponto de vista...eu, como já tinha lido o livro e visto o de 1997 (que é fielmente a descrição do livro) fui procurando algumas cenas icônicas e confesso que também achei a Wendy bem bobinha (mas bem fiel à época, "meu marido me bate mas ñ pq seja ruim...ele vai mudar! rsr),em comparação à do livro, q é forte, determinada a se salvar e salvar o filho...
    Destaque para a cena de Jack (Nicholson) congelado no jardim do hotel....chorei de rir!

    ResponderExcluir