Processo tenta impedir continuação e filmes derivados de Invocação do Mal - Sessão do Medo

24 de abril de 2014

Processo tenta impedir continuação e filmes derivados de Invocação do Mal


Franquia violaria os direitos autorais do autor de O Demonologista

A Warner Bros. e a New Line estão sendo processadas por violação de direitos autorais na sequência e no filme derivado de  Invocação do Mal. As informações são da Variety.

O processo, que visa impedir a realização das continuações, alega que Gerald Brittle, autor de O Demonologista, não autorizou que seu livro fosse usado como base de Invocação do Mal 2 e no spinoff Annabelle, sobre a boneca amaldiçoada que aparece no início do filme original.

Lorraine Warren (que foi interpretada no filme por Vera Farmiga), seu genro, Tony Spera, e a editora Graymalkin Media também estão listados entre os réus da ação. De acordo com o advogado de Brittle, Lorraine e Spera estariam tentando fugir do acordo que ela e seu marido, Ed, fizeram com Gerald Brittle há 30 anos, quando o escritor passou a relatar os casos da dupla de demonologistas.

Lançado em setembro de 2013, Invocação do Mal foi um sucesso de crítica e de público, arrecadando mais de US$ 320 milhões na bilheteria mundial. Vera Farmiga e Patrick Wilson (que viveu Ed Warren no filme) estão confirmados para retornar para continuação, que ainda não tem título, trama ou diretor definidos. A data de estreia, porém, está garantida: 25 de outubro de 2015.

Fonte: Omelete.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário