Crítica: Axeman at Cutter's Creek (2013) - Sessão do Medo

17 de junho de 2014

Crítica: Axeman at Cutter's Creek (2013)

Por Marcelo Alves

Axeman at Cutter's Creek (2013)


Diretor: Joston Theney

Roteiro: Christopher Otiko, Joston Theney

Elenco: Tiffany Shepis, Brinke Stevens, Elissa Dowling | Elenco completo no IMDB »

Sinopse: Nove universitários de 20 e poucos anos estão sendo caçados pelo assassino do machado, lenda local da região.
Duração:105 min
Ano de produção: 2013


Não se fazem mais slashers como antigamente! Ainda me pergunto se esse subgênero que funcionou tão bem nos anos 80 poderia voltar a tona nos dias de hoje, com filmes memoráveis e divertidos como os dos anos 80.

Ontem eu me arrisquei com o desconhecido Axeman at Cutter's Creek, filme lançado em 2013 por uma produtora chamada Blood Red Films (Vou lembrar de passar longe dos próximos filmes hehehe). Trata-se de uma produção bagaceira lançada direto em DVD com orçamento baixíssimo e produção amadora que mais parece produção de canal restrito do Youtube.

Sapatinhas. Obaa!!!

Alguns podem até apontar o baixo orçamento como algo positivo nesse tipo de filme, tendo em conta que boa parte dos slashers foi feito com pouca grana nos anos 80. Mas, os tempos são outros, e posso dizer que a paixão por esse subgênero não é mais o mesmo por parte dos cineastas de terror. Axeman at Cutter's Creek é o maior exemplo disso, não há nenhuma tentativa por parte do diretor e produção de fazer um filme bom ou divertido, os atores não estão levando o projeto a sério e tudo, tudo mesmo, é ruim demais.

Ao terminar o filme fica a sensação que todos os envolvidos no projeto fizeram esse filme como se fosse uma filmagem de um fim de semana qualquer, pegaram umas câmeras, chamaram uns amigos e rodaram essa bagaça.

O enredo (Enredo? Aonde?) é sobre um grupo de universitários playboyzinhos e mocorongos que decidem ir pra um lugar isolado pra um fim de semana de bebedeira e sexo, mesmo sabendo de uma lenda local da região, sobre um assassino que mata as vitimas usando um machado de lenhador. Não demora muito (Na real demora sim) pro assassino chegar próximo a cabana que os idiotas estão.


Personagens idiotas e caricatos, como é de praxe em todos os filmes atuais, falas idiotas e uma seqüência de cenas desnecessárias que nada acrescentam ao filme. Ao total são 9 personagens, todos eles muito caricatos e nenhum com carisma ou importância.

O filme gasta um tempo desnecessário em tentar desenvolver esses personagens, mas falha feio com diálogos mal escritos e atores sem carisma e canastrões. Do começo até a metade o que mais vemos é personagem discutindo relações entre si, tem até duas sapatinhas se pegando no meio de tudo, a única coisa que consegue dá uma segurada no meio de tanta baboseira.



Tudo já tava mal antes da metade, com esses personagens mocorongos discutindo relação, o filme piora ainda mais – acredite - quando entra em cena o tal Axeman do titulo. Ai sim começa o show de tosqueira, com mortes forçadas e nenhum pouco divertidas; chega a dar pena dos envolvidos nisso tudo. De uma coisa eu to certo, nenhum dos envolvidos nesse filme vai conseguir ter uma carreira em Hollywood, a não ser os produtores que vão continuar produzido essas tralhas. O que dizer do ator que faz o Axeman? Porra! Merecia o Oscar da canastrice. Caricato demais! Parecia uma sátira do Conan do Arnold Schwarzenegger.

Axeman at Cutter's Creek é umas das piores tranqueiras que eu vi ultimamente. Saudade dos anos 80, onde os slashers eram bons, até quando eram ruins. Não é o caso desse filme!

Um comentário: