[Top 10] Melhores de 2014 - Sessão do Medo

27 de dezembro de 2014

[Top 10] Melhores de 2014


Esse ano eu abandonei o blog por um tempo, deixei as resenhas de lado e fiquei devendo várias postagens. A proposta do Blog desde o começo era comentar filmes, tanto recentes quanto clássicos e não tão conhecidos pelo público. Um dos motivos de eu ter abandonado o blog por um tempo na parte de resenhas é que esse foi um ano muito fraco pro gênero. Os filmes lançados esse ano não me motivaram a escrever no Blog, foi tudo uma mistura de falta de argumento - Por conta dos filmes - misturado com preguiça e falta de tempo. Foi mals aê por isso, prometo voltar a postar com frequencia, focar mais nas resenhas e menos nas noticias. Fiquei devendo a tal lista com o Top 10 de melhores e piores do ano, que já é comum aqui no Blog...Esse ano como foi um ano fraco, vou fazer o Top 10 com os 10 melhores filmes do gênero e os 10 piores que foram lançados esse ano. Tenho que deixar claro aqui que a postagem é apenas um ponto de vista e opinião pessoal do autor da postagem, se alguém não concordar comigo é bem vindo a comentar na postagem e dizer os motivos. Vamos começar pelos melhores...

1. THE BABADOOK


Babadook arrancou elogios do público e da crítica antes mesmo de ser lançado, até o William Friedkin (Diretor do clássico O Exorcista) afirmou que esse era o filme mais assustador que ele já tinha visto. Exagero ou não, Babadook é um filme que é genuinamente assustador, com um clima muito bem trabalhado e roteiro inteligente, que pra mim é quase na mesma linha de Os Inocentes, quase uma releitura. Mistura bem o clima de paranoia com loucura e explora bem o medo infantil do bicho-papão. O drama é tão bem explorado quanto o terror, e a mistura dos dois é certeira pra a construção de um clima pesado e assustador. No enredo, uma mãe solteira, atormentada pela morte violenta do marido, batalha com o medo de seu filho de um monstro estar se espreitando pela casa, mas logo descobre a presença sinistra ao seu redor.

2. INFECTADO


Proposta muito parecida com ao ótimo Poder Sem Limites, usa a técnica de filmagem em primeira pessoa de forma certeira e dinâmica, filme simples e eficiente. Segue dois amigos (interpretados pelos co-diretores Derek Lee e Clif Prowse) que partem em uma viagem pelo mundo. Mas a viagem logo toma um rumo sombrio e sangrento quando um dos homens apresenta sinais de uma doença misteriosa que leva gradualmente ao longo todo o seu corpo.

Obs: A Sony já lançou o DVD nas lojas brasileiras com o titulo "Infectado".

3. LA CUEVA


Eu to sempre reclamando do estilo de filmagem em primeira pessoa do já manjado Found Footage, a quantidade de produções ruins nesse estilo é grande, mas hora ou outra sempre aparece um filme que sabe usar a técnica de filmagem ao seu favor. Ai vai um bom exemplo, vindo da Espanha (Mesma terra do excelente [Rec]). O filme segue um grupo de amigos que após uma viagem ficam presos dentro de uma caverna, isso é o máximo que eu posso dizer...O filme é tenso, angustiante e prende a atenção do expectador do começo ao fim. Uma grata surpresa!

4. ASSASSINO INVISÍVEL


Refilmagem do filme de mesmo nome lançado em 76, alguns anos antes do sucesso dos filmes slashers. A refilmagem reformula todo o enredo do original, usando apenas como base pra criar o próprio enredo cheio de reverencias e citações ao filme original. O filme também usa da metalinguagem, no melhor estilo Pânico de Wes Craven... Pra se ter uma ideia, o filme original existe dentro do contexto da refilmagem, como se fosse algo paralelo ao original. O filme não traz nada de novo, mas sai bem como um slasher padrão, com mortes divertidas e um final surpresa inesperado. Baseado em uma história verídica, o filme começa 65 anos depois de um serial killer mascarado aterrorizar a pequena cidade de Texarkana. Será um imitador ou algo ainda mais sinistro? Uma jovem solitária com segredos obscuros pode ser a chave para pegar o assassino.

5. WOLF CREEK 2


Depois de adiamentos e cancelamentos, finalmente a aguardada continuação de Wolf Creek foi lançado, dando continuidade ao filme de 2005. Com mesmo ator John Jarrat, no papel de Mick Taylor. O filme segue um caminho diferente do anterior e foca muito mais na violência e na tensão e menos no suspense. Lembrando muito Encurralado, clássico do Steven Spielberg, misturado com o A Morte Pede Carona de 1986.

6. AT THE DEVIL'S DOOR


A primeira vista olhando o trailer parece ser só mais um filme sobre possessão e demônios, mas o filme vai na contramão de todos os clichês de filmes envolvendo possessão e se desenrola de forma criativa e dinâmica. Infelizmente o filme peca um pouco pelo final, que parece meio fora de contexto do resto do filme, remetendo o clássico A Profecia. Um fato curioso sobre esse filme: O diretor Nicholas McCarthy (Pesadelos do Passado) se inspirou numa história supostamente real sobre um pacto com o diabo, contada por um taxista chileno.

7. A CASA DO FIM DOS TEMPOS


Produção Venezuelana que passou despercebida esse ano. Foi lançado lá fora ano passado e esse ano no Brasil e nos Estados Unidos. Combinação perfeita entre terror, suspense drama. Enredo criativo, muito bem desenvolvido. No enredo, Dulce é mãe de família que tem encontros com aparições dentro de sua velha casa, lugar em que se desdobra uma terrível profecia. 30 anos depois, Dulce, já anciã, volta à casa para decifrar o mistério e a tragédia que tanto a tem atormentado.

8. BIG BAD WOLVES


Filme israelense da dupla Aharon Keshales Navot Papushado (Rabies, ABCs da Morte 2). O filme aborda o tema de forma inteligente, e levanta questões morais, fazendo o público ficar trocando de lado. O único ponto contra é humor negro que acaba aliviando alguns momentos de tensão. No enredo, uma série de assassinatos brutais coloca as vidas de três homens em rota de colisão: O pai da vítima mais recente agora em busca de vingança, um detetive da polícia que trabalha fora dos limites da lei, e o principal suspeito dos assassinatos - um professor de estudos religiosos preso e liberado devido a um erro técnico da polícia.

9. MAR NEGRO


Novo filme do diretor Rodrigo Aragão, na mesma linha dos anteriores... Mar Negro é disparado o filme mais surtado e divertido desse ano, trash de primeira linha, completamente insano do jeito que deveria ser. Orgulho nacional!

Sinopse: Quando a estrela do purulento Baiacu-Sereia brilhar no breu da noite, até que haja luz no mar de Perocão, então se dará inicio a estranha contaminação, causada pela mancha negra que se aproxima silenciosa pelo litoral transformando a vida marinha e a comunidade pesqueira em mortos-vivos que, ao perder uma parte decepada (olho, guelra, perna, barbatana, mão ou puã), imediatamente, se junta à outra parte, e outra, e assim sucessivamente até que o caos se estabeleça.

10. O SACRAMENTO


Novo filme do diretor Ti West, também na linha do manjado found footage. O grande destaque nem é o estilo de filmagem em primeira pessoa, mas o jeito como o diretor conduz o filme, de forma lenta e climática, cria empatia pelos personagens e depois toca o terror, com um clima de tensão que funciona de forma eficiente. O filme é foca do em um fotógrafo de moda que viaja para encontrar sua irmã em Eden Parish. Quando chega lá, seus amigos começam a filmar entrevistas com os habitantes do local, todos falam da comunidade com elogios e um brilho no olhar. Entretanto, logo eles descobrem que há um sinistro lado da comunidade que confronta o ambiente aparentemente pacífico.

Menção Honrosa: Dead Snow 2: Red vs Dead, Uma Noite de Crimes: Anarquia, Livrai-nos do Mal, The Dead 2: Índia.

Veja aqui os Melhores de 2015!

8 comentários:

  1. Silvana Girardo12/27/2014

    Nossa,não assisti a nenhum desses ainda,to loca pra ver.

    ResponderExcluir
  2. Não conferi ainda nem metade dessa lista, só Babadook que não achei um filme tão impressionante, e nem de longe se compara a Exorcista, é até engraçado o diretor falar isso tendo em vista várias cenas de referência a influencia do mesmo, esse ano no Terror a água não tava pra peixe, mas em compensação ano que vem promete, aguardemos.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo12/28/2014

    The Babadook é excelente.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo12/28/2014

    A casa do fim dos tempos é massa!

    ResponderExcluir
  5. Anônimo1/31/2015

    Gostei do Babadook, mas não vi nada que remetesse ao "Os inocentes*.

    ResponderExcluir
  6. Respostas
    1. Já foi publicado no fim do ano passado. Segue o link: http://sessaodomedo.blogspot.com.br/2015/12/top-10-melhores-do-ano-2015.html

      Excluir
  7. Cade livrai nos o mal???

    ResponderExcluir