Crítica: Kristy (2014) - Sessão do Medo

6 de abril de 2015

Crítica: Kristy (2014)


Todos que estão lendo essa crítica sabem que o ano passado foi um verdadeiro banho de água fria para o gênero do terror. Toda semana saia um filme pior do que o outro e assistir algum deles se tornava um verdadeiro pesadelo. Acho que foi por isso que quando Kristy saiu, não me interessei em assistí-lo. Só foi nesse ano, que comecei a ouvir bons comentários do filme, que me dispus a encará-lo.

Na história dele, acompanhamos a jovem estudante Justine (Haley Bennett, O Buraco) que por conta de problemas financeiros não pode visitar a família durante o feriado de Ação de Graças. Sua esperança era de ficar acompanhada de sua colega de quarto, Nicole. Só que a mesma acaba tendo que viajar, deixando Jus (como é chamada pelos amigos) sozinha no campus com os seguranças.

Numa noite, ao ir até um supermercado, Justine encontra uma jovem estranha (Ashley Greene, A Aparição) que a ameaça. Na volta para o campus, a jovem quase provoca um acidente de carro, para depois deixar Justine voltar. Ela alerta ao segurança sobre o ocorrido e volta para o seu quarto. É quando, aos poucos, Justine começa a ser perseguida pela mesma jovem - que veio agora acompanhada de três rapazes mascarados. Eles matam os seguranças e começam uma caçada contra Justine, referindo-se a ela como "Kristy".


Acho que me atrevo a dizer que o único problema do filme é a duração extremamente curta. Se vocês por acaso já assistiram Cloverfield - Monstro, tem a noção. O filme é bom, mas é curto e deixa a sensação que a história poderia ser mais aproveitada. Apesar disso, os 75 minutos do filme deixa a pessoa tensa pkrlh!

As cenas de perseguições são ótimas! São todas bem escritas, aumentando a bola do filme. Ele não é um terror, mas sim um suspense - talvez digno do Supercine - bem eficiente por conta da sua boa direção e de seu roteiro inteligente. As cenas antes de tudo começar, que mostram Justine sozinha no campus, procurando algo para fazer, nos mostram toda a ideia de solidão, além de nos aproximar mais da personagem.

Quando a "caçada" se inicia, temos cenas que nos fazem ficar com os olhos abertos até o final. Aqui não temos aquelas cenas de perseguição bobas com personagens burras que só fazem gritar. Vemos desde a primeira cena tensa - caso vocês não se lembrem, a da cozinha - que Justine é bastante engenhosa, dificultando as coisas para os vilões. A sequência da biblioteca e a da piscina são ótimas e conseguem captar toda a tensão que o roteiro quis passar.

A falta de explicações sobre a seita e a obsessão pelo nome "Kristy" fez muita gente reclamar. Mas me digam uma coisa: O filme é todo focado na protagonista Justine, e por acaso, do começo ao fim do filme, ela sabe alguma coisa? Não. Acho que esse mistério foi proposital, pois assim como as vítimas, não sabemos a verdadeira razão por trás daquilo tudo.


O filme teve dois títulos de produção (alternativos): Random (que significa Aleatório) e Satanic (não preciso traduzir né). Acho que incluindo o título final, Random ficaria melhor no filme até por que fica claro que a vítima não foi escolhida a longo prazo. Pode ser qualquer um, o alvo é aleatório. Algo que realça isso é a cena pós-créditos, que mostra uma nova gangue atacando uma nova vítima... aleatória.

Quando o filme se chamava Satanic e ainda estava em pré-produção, a história era diferente e não seria somente Justine sendo perseguida, mas sim um grupo de amigas. Essa versão do roteiro iria explorar bem a fundo os temas satanistas dos rituais e etc. Até que gostaria de ver essa versão do filme.

Kristy é um filme que recomendo bastante. É inteligente, engenhoso, tenso e não fica no mais do mesmo. Tem uma protagonista que se conecta com o público e uma história bastante interessante. Se você não viu, escute ou leia minhas palavras: CORRA PARA ASSISTIR.

Nota: 7,5

por Neto Ribeiro


Um comentário:

  1. Acabei de ver e achei muuuuuito bom. A protagonista é excelente, o filme é realista e a virada convincente. A antagonista também faz muito bem o papel, além de estar irreconhecível. Um bom filme de suspense :D

    ResponderExcluir