Crítica: Amber Alert (2012) - Sessão do Medo

4 de junho de 2015

Crítica: Amber Alert (2012)

(O texto abaixo contém spoilers)

Hoje venho falar de um Found Footage que me surpreendeu positivamente, pois eu não esperava absolutamente nada, e acabei gostando muito. O filme de hoje é "Amber Alert", até pouco tempo, totalmente desconhecido por mim.

"Quando um grupo de amigos decide seguir um carro, as coisas começam a ir muito errado."

Bom, o filme começa com dois melhores amigos, a Samantha e o Nate, explicando que estão em um projeto onde terão que filmar suas "aventuras". Existe um terceiro personagem, um menino de mais ou menos 14 anos que é o irmão do Nate (se não me engano), que filma tudo o que acontece. Daí eles caem na estrada, e vão filmando o seu trajeto. 


Tava tudo muito bom, até que eles percebem que o carro que está um pouco à frente deles, se encaixa da descrição do "Amber Alert", e começam a desconfiar do motorista. Pensam logo que ele é um criminoso, pedófilo... algo do tipo.

OBS: Só pra esclarecer, "Amber Alert" é um alerta no telefone celular, rádio, TV e outros meios de comunicação quando se acredita que uma criança ou jovem menor de 18 anos foi raptado.

Depois de tanta desconfiança, eles seguem o "suspeito" até um posto de gasolina, e com isso, descobrem que realmente existe uma menina dentro do carro. Como a Samantha tinha equipamentos de filmagem, ela tem a brilhante ideia de colocar um microfone no banco de trás do carro do suspeito para escutar tudo o que se passa ali, e acaba confirmando que realmente o motorista é um pedófilo.


Cara, imagina você perseguir um pedófilo, ouvir tudo o que ele fala com a sua vítima, e não poder fazer nada? Esse argumento é mais tenso do que qualquer outra coisa!

O longa acerta em cheio no clima de suspense que provoca. O tempo todo o espectador fica vidrado querendo saber o que irá acontecer, se realmente o cara é mau, onde ele mora, pra onde ele vai... Me senti o tempo todo observada e angustiada! Sem contar, que ele é mega realista, você tem a plena certeza de que tudo o que está acontecendo é real.

O seu desfecho é trágico. Após tanto tempo seguindo o carro, e tentando contato com a polícia, Samantha e Nate descobrem onde o criminoso mora. Com tanto senso de justiça, eles acabam invadindo a casa, resgatam a menina, mas acabam mortos pelo assassino (detalhe, o assassino também morre). Os minutos finais são mega tensos, e com certeza compensam a lentidão do filme.


Eu fiquei bem arrasada com esse final, até pelo fato dos personagens serem super carismáticos, e super do bem. Tentaram fazer justiça com as próprias mãos, e se deram muito mal, infelizmente.

Muitos não gostaram de "Amber Alert" por ter um desenvolvimento lento, muita falação, e só ter uma tensão já perto do final, mas eu sinceramente achei um bom suspense, e ainda mescla com uma realidade cruel que é a pedofilia.

Ele me lembrou muito o "Megan Is Missing", pois ambos não investem no gore, em tanta ação, mas possuem um tremendo clima, e te chocam com uma realidade muito cruel.

Fica aí a dica de um bom found footage, pelo menos pra mim.

Por Lu Souza.