Rápido e Rasteiro # 03: Contracted – Pontypool – Creep - Sessão do Medo

26 de julho de 2015

Rápido e Rasteiro # 03: Contracted – Pontypool – Creep


Faz um tempinho que eu não faço um Rápido e Rasteiro, mas quis fazer esse pra mostrar esses três filmes - que eu não queria fazer uma crítica inteira - pra vocês.

Contracted (2013)



Contracted narra o conto aterrorizante de uma jovem que tem um caso de uma noite com um estranho, contraindo o que ela acha que é uma doença sexualmente transmissível, mas na verdade é algo muito pior. Como as coisas começam a desmoronar ao seu redor, ela é enviada em uma perturbadora e arrepiante viagem.
Só ouvia falar dele mas nunca tive vontade de assisti-lo... até ver o trailer do segundo, Contracted: Phase 2, que lança daqui a dois meses e me interessei bastante. E o que eu achei? Muito bom. É um filme que mostra mais o psicológico da protagonista (que é muito linda) ao se ver com uma doença misteriosa.

É interessante - e nojento - de se acompanhar e o final é a cereja do bolo. Eu gostei bastante e recomendo, mas muito não irão gostar deles pelos motivos que eu gostei. Ainda assim, vale a conferida.





Pontypool (2008)



Os membros de uma equipe de rádio numa pequena cidade isolada no norte do continente americano, entram em contato com um surto de violência estranho. Comunicando-se a distância, rapidamente compreendem que estão sendo cercados e que a agressividade geral é provocada por um estranho vírus que se propaga pela linguagem.
Vi muitas críticas boas dele e procurei assistir com as expectativas lá em cima, mas bati de frente com o desapontamento. O filme tava indo bem, muito tenso e cheio de suspense. Mas tudo desmoronou quando eles deram a explicação para a epidemia. Achei no mínimo ridícula.

Poderia ter rendido um dos melhores filmes de zumbis dos últimos tempos! O filme que eu imaginei na minha cabeça é muito melhor do que o que eu vi.





Creep (2014)



Quando um videógrafo em dificuldades financeiras aceita um emprego numa cidade remota, rapidamente descobre que o cliente tem um objetivo muito sórdido em mente.
Eu esperava algo mais assustador, mas ainda assim é um dos poucos filmes found-footage que me deixou tenso. Ele não tem nada de explícito, somente um suspense meio psicológico. Mark Duplass (Renascida do Inferno) tá muito louco como Josef. Gostei, não reinventa o gênero mas consegue ser uma boa pedida.


Nenhum comentário:

Postar um comentário