70 curiosidades sobre os filmes "Resident Evil" - Sessão do Medo

27 de janeiro de 2017

70 curiosidades sobre os filmes "Resident Evil"


Com a estreia do sexto capítulo cinematográfico da franquia Resident Evil, intitulado O Capítulo Final, resolvemos fazer um típico artigo reunindo curiosidades sobre os 6 filmes. A franquia em si começou em 2002, com o lançamento de Resident Evil: O Hóspede Maldito. O filme foi a primeira adaptação pros cinemas da série de jogos de mesmo nome. Nos últimos 15 anos, a franquia crescia no público a cada filme, fazendo cada vez mais sucesso, embora a crítica não fosse muito agradada com eles. 

1. Antes dos jogos virarem realidade em Resident Evil - O Hóspede Maldito (2002), haviam outro planos para a franquia de filmes. Acontece que, em 1999, o mestre dos zumbis George A. Romero estaria dirigindo a primeira adaptação de Resident Evil. Esta versão de Romero seria inteiramente baseada na história do primeiro game do survival horror, lançado em 1996. Ela se passaria na mansão Spencer, principal cenário do jogo e teria muito mais suspense, além de Chris Redfield e Jill Valentine nos papéis principais. O que resultou no cancelamento do projeto foi que o roteiro, que também seria assinado por Romero, não agradou os produtores nem o pessoal da Capcom. O cara tinha investido no terror (que caso não se lembrem, era o principal foco dos jogos naquela época) mas os engravatados queriam algo cheio de ação, o que fez com que o roteiro do cara fosse rejeitado... e a direção também. O que acabou sendo feito foi o filme que temos e a franquia que foi gerada, sem esquecer claro do detalhe que a Capcom proibiu que os filmes fossem feitos com a história dos jogos, mas isso só aconteceu após o cancelamento do Resident Evil de Romero.

Arte divulgada em 2001.
2. O título original do filme era Resident Evil: Ground Zero, mas foi retirado após os ataques terroristas em Setembro de 2001.

2. Os pequenos cortes e machucados na Milla Jovovich não eram maquiagem.

3. Sarah Michelle Gellar seria a protagonista.

4. Nas gravações dentro do esgoto, Milla deu um gancho de direita no diretor e acabou deixando um olho roxo. No final da produção, ela machucou uns três membros da equipe.

5. Uma das cenas mais famosas do filme, a que Alice corre verticalmente na parede para se virar e chutar o cão-zumbi, levou cerca de 3 meses de treinamento.

6. Milla revelou que a única razão dela ter concordado em fazer o filme foi por que seu irmão era um grande fã dos jogos.

7. O nome de Alice só é revelado nos créditos finais.

8. Na versão original do roteiro, a inteligência artificial Rainha Branca iria aparecer, como contra-parte à Rainha Vermelha. Ela apenas aparece no terceiro filme, Extinção (2007), mas não é chamada por este nome.

9. O filme tem várias referências à Alice nos País das Maravilhas. A protagonista se chama Alice; a "vilã" do filme é a inteligência artificial chamada Rainha Vermelha; Um coelho branco é usado no teste do T-virus; Para entrar na Colmeia, precisa atravessar uma porta espelhada; entre outros detalhes.

10. Os infectados nunca são chamados de zumbis neste filme.

11. Michelle Rodriguez era grande fã dos jogos e pediu para que seu agente a colocassem em um filme caso o fizessem. Ele então contatou o Paul W. S. Anderson assim que o roteiro dele foi comprado.

12. Em Dezembro de 2001, a Sony lançou um concurso para os fãs fazerem artes oficiais para o filme. O ganhador levaria $2,500 dólares, veria o filme exclusivamente junto com 100 amigos e teria a arte escolhida divulgada amplamente. O poster ganhador foi este ao lado.

13. O sucesso do filme foi tanto que fez com que outras produtoras expressassem interesse em adaptações de jogos, como Silent Hill e Doom.

14. Paul W. S. Anderson já havia dirigido outra adaptação de um jogo, Mortal Kombat (1995).

15. O destino do personagem Matt só era conhecido pelos fãs dos jogos na época do lançamento, até que a trama foi explicada em Apocalipse (2004).

16. 88 mortes no total.

17. Assim como no primeiro filme, a Sony lançou outro concurso de design de posters. O cartaz vencedor foi este abaixo.


18. Sienna Guillory procurou basear seus movimentos no da Jill dos jogos. Tanto que em algumas cenas ela fica em posições semelhantes à dos personagens nos jogos.

19. Foi o último filme da franquia a ser lançado em VHS e o primeiro a ser lançado em Blu-Ray.

20. Fica implícito que a infecção já tinha começado desde o primeiro filme. Durante a brecha de tempo entre O Hóspede Maldito e Apocalipse, o vírus escapou da Colmeia e se espalhou pela área subterrânea de Raccoon City, explicando como os mortos "ressuscitaram" no cemitério.

21. O modelo do holograma da Rainha Vermelha é baseado na filha do cientista que criou o vírus, no caso a Angie, que aparece neste filme.

22. O rapper Snoop Dogg iria interpretar o LJ mas deixou o projeto e o papel acabou sendo dado para o Mike Epps.

23. Seria intitulado Resident Evil: Nemesis, mas foi alterado após o lançamento de Star Trek: Nemesis (2002), assim como o fracasso na bilheteria dele.

24. O plano inicial do roteiro seria Jill encontrando Alice, mas Paul W. S. Anderson quis alterar para ter dois plots acontecendo ao mesmo tempo.

25. Outra personagem dos jogos que iria aparecer no filme seria a Claire Redfield. A primeira contratada para interpretá-la foi Gina Phillips (Olhos Famintos), mas a mesma abandonou o projeto. Contrataram então Emily Bergl (A Maldição de Carrie), mas a situação se repetiu. Decidiram então tirá-la do filme. Redfield acabou aparecendo só em A Extinção (2007), sendo interpretada pela Ali Larter.

26. É o único filme da franquia a ter crianças zumbis.

27. Eric Mabius retornaria para interpretar Matt durante sua mutação para Nemesis mas teve que sair do projeto e foi substituído por Matthew G. Taylor, tendo algumas cenas cortadas.

28. Cenas deletadas do roteiro mostraria que o nome verdadeiro de Alice não é Alice Abernathy e sim Janice Prospero.

29. A história do filme teria a viagem para o Alasca como razão para uma reunião entre Claire Redfield e seu irmão Chris. Mas o subplot envolvendo ele foi retirado e a viagem para o Alasca acabou ficando apenas como uma busca por um lugar seguro.

30. Desde o início, a intenção era ter A Extinção como o filme mais violento da franquia.

31. Uma versão inicial do roteiro diria que Angie foi morta durante um ataque de soldados da Umbrella.

32. A maior insistência do diretor Russell Mulcahy foi que o filme não seria filmado à noite mas sim durante o dia.

33. O título de produção era Resident Evil: Afterlife, mas foi alterado para Extinction. Afterlife acabou sendo o título do quarto filme.

34. Ali Larter foi escolhida por sua força de atuação nos dois primeiros filmes da franquia Premonição, onde ela interpretou Clear Rivers.

35. Na época do lançamento, havia rumores que o personagem Leon Kennedy dos jogos aparecia brevemente nesse filme, sendo interpretado pelo Jensen Ackles (Supernatural), para que retornasse no quarto filme. Claro, eram falsos.

36. Na cena do ataque dos corvos, apenas dois corvos eram reais. O resto foram adicionados na pós-produção. Esta cena também é inspirada em Os Pássaros (1963), de Alfred Hitchcock.

37. Jill Valentine aparecia no filme originalmente, mas como a atriz Sienna Guillory não pode retornar por conta da agenda, ela teve que ser retirada do roteiro.

38. Seria filmado no deserto australiano mas teve a locação alterada para México.

39. O visual do filme foi inspirado em Mad Max 2 (1981).

40. Na versão original do roteiro, era implícito que a causa da infecção global seria ratos. Uma cena no fim do filme é uma remanescente desta ideia.


41. Durante as gravações, Milla Jovovich atirou acidentalmente em uma câmera que custava $100.000 dólares.

42. A roupa de Claire Redfield neste filme é completamente inspirada na dos jogos.

43. Ali Larter teve que faltar a sete episódios de sua série Heroes para aparecer no filme.

44. A cena de abertura é simbólica e se passa muitos anos antes da história do filme.

45. As criaturas com bocas que parecem flores são chamadas majinis e são baseadas nas dos jogos.

46. O plano original era que houvesse sequências em flashbacks que contaria a história de Claire e Chris e como os dois se separaram. Como qualquer ideia boa na franquia, foi descartada.

47. Apesar de ter escrito todos os quatro filmes até então, Paul W. S. Anderson não dirigiu Apocalipse (2004) e A Extinção (2007), retornando exclusivamente à cadeira de direção neste.

48. O único filme na franquia a não mostrar Alice nua.

49. Shawn Roberts originalmente tentou o papel de Chris mas ganhou o papel de Wesker, retornando para o quinto e sexto filme.

50. A luta final entre Wesker e os irmãos Redfields é bastante semelhante à do jogo Resident Evil.

51. Anderson queria que este filme fosse o primeiro a terminar com um clima otimista. Os sobreviventes recém-libertados se reuniriam no barco enquanto Alice transmitia a mensagem. Mas os produtores queriam um gancho para o próximo filme e ele adicionou o ataque.

52. A cena pós-créditos que traz Jill Valentine de volta foi a primeira a ser gravada.

53. O trailer oficial do filme é narrado pelo Patrick Stewart.

54. Becky não seria deficiente auditiva, mas como os produtores se impressionaram com o teste de Aryana Engineer (A Orfã), que é deficiente auditiva, resolveram alterar no roteiro.

55. O primeiro filme da série a não ter cães-zumbis.

56. Os diálogos de Bingbing Li (Ada Wong) foi dublado pela Sally Cahill, que dublou a personagem nos jogos da franquia.

57. Várias cenas da vida suburbana de Alice foram cortadas.

58. A ideia de clonar soldados da Umbrella veio da própria Michelle Rodriguez, no comentário em áudio do DVD do primeiro Resident Evil.

59. Las Plagas é um parasita nos video games e não um microrganismo que dá imunidade à ferimentos como no filme.

60. O plano original do Paul W. S. Anderson era gravar o quinto e sexto filme juntos, como um final de duas partes, mas a Sony estava preocupada e não permitiu. Com isso, Claire e Chris tiveram que ser tirados da história.

61. Há cenas da Alice e Becky que referenciam Ripley e Newt de Aliens: O Resgate (1986).

62. A explicação para que haja tantos soldados da Umbrella é que eles todos sejam clones.

63. Como várias coisas nas sequências da franquia, não é explicado o destino dos Redfields neste filme. Segundo o livro de novelização, durante o ataque, Alice os perdeu de vista e não sabe o que aconteceu com a dupla.

64. Das cidades simuladas na Umbrella, ainda haveria Berlin, cuja algumas cenas foram escritas mas descartadas do roteiro.

65. A dita última parte da franquia foi adiada diversas vezes até seu lançamento em Janeiro de 2017. A primeira data divulgada era em Setembro de 2014, mas a Milla Jovovich ficou grávida, adiando por quase um ano a produção. A segunda data divulgada foi Setembro de 2016, no entanto, durante as gravações, houve o grave acidente da dublê Olivia Jackson, adiando pela última vez o lançamento do filme.

66. Ada Wong apareceria no filme mas a atriz Bingbing Li teve que sair do filme por conta da agenda.

67. Sienna Guillory, que interpretou a Jill em Apocalipse (2004), Recomeço (2010) e Retribuição (2012), falou em seu twitter que não foi chamada para aparecer no filme. Ela, no entanto, agradeceu aos fãs da franquia pelo carinho.

68. Apesar do lançamento ser 5 anos após o último filme, O Capítulo Final se passa imediatamente após Retribuição.

69. Recebeu um lançamento adiantado em Dezembro no Japão.

70. Personagens como Leon, Jill e Chris não apareceram no filme por questões financeiras. Ao invés deles, decidiram colocar novos personagens com atores diferentes para chamar mais atenção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário