Terror nacional: Uma olhada nos próximos lançamentos! - Sessão do Medo

26 de maio de 2018

Terror nacional: Uma olhada nos próximos lançamentos!


Durante os últimos anos, houve um crescimento considerável de produções do gênero terror ou suspense no cinema nacional, o que é bastante incrível, mesmo que o público ainda costume ignorá-las. Só este ano já tivemos Motorrad e o recém-lançado As Boas Maneiras (que ganhará resenha em breve no site), então resolvi pôr a mão na massa e procurar outros futuros filmes para que vocês conheçam e quem sabe se interessem.

Apoiem o cinema nacional!

"A Mata Negra", de Rodrigo Aragão.

O primeiro é A Mata Negra, novo projeto de Rodrigo Aragão, um nome conhecido entre os aficionados do terror por ser um dos cineastas mais empenhados no gênero atualmente. Um grande amante de filmes trash, ele procura trazer essa estética para seus filmes como Mangue Negro (2008) e A Noite dos Chupacabras (2011), todos repletos de capricho visual e muito mas muito sangue. A Mata Negra se passa numa floresta do Brasil onde uma garota encontra O Livro Perdido de Cipriano e acaba liberando um mal terrível. O filme abriu o Fantaspoa 2018 e foi bem recebido pelo público!

Recentemente batemos um papo bem legal com Aragão onde ele fala sobre fazer terror no Brasil e seu próximo projeto, "O Cemitério das Almas Perdidas". Vocês podem conferir a entrevista aqui.

Daniel de Oliveira em Morto Não Fala.

Daniel de Oliveira interpreta um plantonista noturno de um necrotério em Morto Não Fala. Em suas madrugadas de trabalho, ele nunca está só, pois possui um dom paranormal de comunicação com os mortos. Quando as confidências que ouve do além, contudo, revelam segredos de sua própria vida, Stênio desencadeia uma maldição que traz perigo e morte para perto de si e de sua família. O elenco ainda é completo por Bianca Comparato (série 3%) e Fabiola Nascimento (O Lobo Atrás da Porta). A direção é de Dennison Ramalho (Encarnação do Demônio, O ABC da Morte 2).

Diretor Roberto Moreira e Cléo Pires, gravando cena de Ele Está Aqui.

Ele Está Aqui (previamente intitulado Terapia do Medo) traz Cleo Pires no papel de duas irmãs gêmeas, Clara e Fernanda, que são envolvidas numa trama sinistra quando uma delas entra em estado catatônico após um acidente. Determinada a salvar Clara a qualquer custo, Fernanda aceita os métodos hipnóticos experimentais propostos pelo Dr. Bruno (Sérgio Guizé). Mas o resultado é inesperado: ao invés de melhorar, Clara aprofunda seu contato com o sobrenatural e desperta um espírito maligno que habita o isolado laboratório.

Em O Animal Cordial, dirigido pela Gabriela Amaral Almeida (do terror Quando Eu Era Vivo), um restaurante paulista, comandado a mão de ferro por Inácio (Murilo Benício), é assaltado por Magno (Humberto Carrão) e Nuno (Ariclenes Barroso). Em meio ao ataque, Inácio e a garçonete Sara (Luciana Paes) precisam encontrar meios para controlar a situação e lidar com os clientes que ainda estão na casa: o solitário Amadeu (Ernani Moraes) e o casal endinheirado Bruno (Jiddu Pinheiro) e Verônica (Camila Morgado). Exibido no Fantasia Film Festival ano passado, o filme recebeu elogios da imprensa e chega nas telas brasileiras em Julho.

Embarcando num lado mais sci-fi, temos Loop, thriller estrelado por Bruno Gagliasso e dirigido por Bruno Bini (curta Três Tipos de Medo). Na trama, conhecemos Daniel (Gagliasso), um rapaz devastado pela morte de sua namorada Maria Luiza (Bia Arantes). Obcecado com a ideia de voltar ao passado para evitar a tragédia, ele mergulha em seu isolamento até que um dia a solução aparece. Assim, Daniel abre mão de seu futuro e retorna ao passado. Agora, ele precisa achar um jeito de salvar Maria Luiza, mas descobre que isso pode ser mais complicado do que esperava.

Luciana Paes em O Animal Cordial; Bruno Gagliasso em Loop.

Numa pegada mais satírica, teremos Serial Kelly, produção bem-humorada que traz a paraense Gaby Amarantos dando vida à Kelly, uma cantora de forró eletrônico que enquanto cumpre uma agenda de shows em pequenas cidades, também deixa um rastro de mortes pelo caminho. Em seu trajeto de consumo compulsivo e violência, ela atravessa um nordeste novo, espiral de um desenvolvimento também apocalíptico. Quando passa a ser investigada pelos assassinatos de três homens, sua turnê mambembe também se transforma uma estratégia de fuga. E de estrela ascendente ela se torna uma heroína marginal, a temida e procurada Serial Kelly, a primeira serial Killer mulher do Brasil. É de longe o mais esperado para mim da lista!

Baseado em uma hq, nós conheceremos O Doutrinador em 6 de Setembro. Um suspense que promete ser um dos grandes lançamentos nacionais do ano, o filme apresenta um vigilante mascarado que surge para atacar a impunidade que permite que políticos e donos de empreiteiras enriqueçam às custas da miséria e do trabalho da população brasileira. A história do homem por trás do disfarce de "Doutrinador" envolve uma jornada pessoal de vingança na qual um agente traumatizado decide fazer justiça com as próprias mãos. A história do Doutrinador não se resumirá a um filme e virará uma série em 2019!

Gaby Amarantos como Kelly em Serial Kelly (esq.); imagem de O Doutrinador (dir.). 

Em Sequestro Relâmpago, marcado para 15 de Novembro, acompanhamos a jovem Isabel (Marina Ruy Barbosa), que é vítima de um sequestro relâmpago realizado por dois criminosos (Daniel Rocha e Sidney Santiago Kuanza). Os sequestradores, inexperientes, notam que não conseguirão chegar ao caixa antes deste fechar às 22:00. O que era para ser um sequestro relâmpago, se torna um pesadelo onde Isabel é refém em seu carro.

Alcunha também trata-se de um sequestro, mas um tipo diferente. Uma advogada (Nívea Stelmann) é sequestrada por um psicopata (Luiz Guilherme) e passa a ser mantida em cativeiro num lugar macabro. Violentada e agredida, ela precisa lidar com seu sequestrador. O filme estava há anos em produção e pelo visto será finalizado este ano.

E por último temos O Segredo de Davi, um suspense psicológico dirigido por Diego Freitas que acompanha o personagem do título, Davi (Nicolas Prattes), um jovem tímido que esconde um passado sombrio. Quando Davi inicia uma conturbada amizade com Jônatas, o novo aluno da faculdade, um instinto esquecido vem a tona e o transforma em um serial killer famoso na internet. Com a fama de seu lado assassino nas redes sociais, Davi se divide entre o tímido estudante de cinema e o temido homicida anônimo. E tudo se complica quando os espíritos de suas vítimas passam a fazer parte do seu dia a dia e o incentivam a concluir uma lista de assassinatos da qual Jônatas faz parte. A previsão de lançamento é Novembro de 2018.

Imagens de Sequestro Relâmpago, Alcunha e O Segredo de Davi.

por Neto Ribeiro

2 comentários:

  1. Ótimas notícias sobre a nova safra de filmes de terror e suspense nacional. Já estava de saco cheio com as inúmeras comédias que assolavam os cinemas.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo5/30/2018

    pior terror nacional é o da classe trabalhadora extirpada por classe elevada

    ResponderExcluir