10 filmes de horror para assistir na cola de "Hereditário" - Sessão do Medo

26 de junho de 2018

10 filmes de horror para assistir na cola de "Hereditário"


Hereditário já está em exibição nos cinemas brasileiros e está sendo bem avaliado pela crítica e os fãs do gênero, sendo apontado por alguns como um novo clássico do gênero. Decidimos então listar 10 produções de terror que seguem a mesma linha, fugindo das conveniências do gênero e apostando alto em atmosfera, drama e terror psicológico. A lista não está por ordem de preferencia!   


The Blackcoat's Daughter (2015)


A bonita e assombrada Joan faz uma sangrenta e determinada peregrinação, através de uma paisagem congelante, em direção a uma prestigiada escola preparatória para meninas, onde Rose e Kat se encontram presas depois de seus pais misteriosamente as esqueceram. Enquanto Joan se aproxima, visões aterrorizantes começam a assombrar Kat, ao mesmo tempo em que Rose assiste horrorizada sua amiga ser possuída por uma força invisível do mal.

Também produzido pela produtora A24, Blackcoat's Daughter é um filme inquietante, atmosférico, sem as conveniências do gênero e completamente imprevisível.   

Balada para Satã (1971)


Em Los Angeles, o jornalista e crítico musical Myles Clarkson vai entrevistar o talentoso Duncan Mowbray Ely, que é provavelmente o maior pianista clássico da atualidade. Logo no início da entrevista, o velho músico repara nas mãos de Myles e menciona que seriam perfeitas para um pianista. Em pouco tempo, Duncan e todos aqueles que o cercam se tornam muito amigos do repórter e de sua mulher, Paula, que se sente incomodada com a situação. Quando Duncan morre, Myles herda suas partituras, seu piano e US$ 100 mil. Mas Paula começa a achar que o comportamento de Myles está cada vez mais estranho, e gradativamente toma consciência de uma verdade aterradora.

Lançado em 1971, na época em que filmes envolvendo bruxaria e satanismo estavam em alta no gênero, Balada Para Satã tem uma trama simples e bastante madura dentro desse subgênero, sem descambar para o exagero, tão comum em produções desse tipo.

Inverno de Sangue em Veneza (1973)


O casal John (Donald Sutherland) e Laura Baxter (Julie Christie) estão aquecidos, dentro de uma casa de campo, enquanto os filhos, Christine (Sharon Williams) e Johnny (Nicholas Salter) brincam do lado de fora, no campo. Christine caminha com um boneco e uma bola simulando uma guerra imaginária. Johnny anda acelerado de bicicleta, até que rompe um vidro no chão. Laura procura em livros uma resposta satisfatória para uma pergunta da curiosa Christine, enquanto John estuda imagens de igrejas para o seu trabalho. A calma da família termina quando John sai correndo de casa e encontra Christine afogada no lago. Pouco depois, John e Laura se mudam para Veneza, onde ele passa a dedicar boa parte de seu tempo a um projeto de restauração de uma antiga e importante igreja. O encontro de Laura com duas irmãs escocesas – uma delas, aparentemente, médium – muda a rotina do casal na mesma época em que estranhos assassinatos intrigam a polícia da cidade.

Assim como Hereditário, Inverno de Sangue em Veneza no seu núcleo é um filme sobre luto, a perda de um membro querido da família e a incapacidade de lidar com sentimentos de perda que acabam se tornando paranoia, numa trama que também contem elementos sobrenaturais.  

 O Bebê de Rosemary (1968)


Rosemary e seu marido se mudam para um novo apartamento em Nova Iorque, onde passam a conhecer um casal de idosos que mora logo ao lado. Esse casal possui modos estranhos de agir; eles logo invadem a privacidade de Rosemary, de forma que começa a incomodá-la. Há algo por trás disso tudo e Rosemary, grávida, começa a desconfiar das pessoas, querendo proteger seu futuro filho.

Talvez um dos principais filmes que influenciou Hereditário, há até momentos que parecem uma referência a esse clássico de Roman Polanski, assim como o seu Repulsa ao Sexo (1965) que aborda os mesmos temas. 

Babadook (2014)


Amelia, viúva e ainda atormentada pela violenta morte do marido, tenta lidar com o medo de monstros que aterroriza seu único filho, o pequeno rebelde Samuel, e enfrenta dificuldades em amar o garoto. Após encontrar um misterioso livro, o menino, certo de que há um monstro que deseja matá-lo, começa a agir irracionalmente para o desespero de sua mãe. Mas logo Amelia percebe que realmente há uma sinistra presença na casa e ao redor deles
.
Um filme sobre o peso de ser mãe, depressão e luto. Os mesmos temas abordados em Hereditário e assim como ele, a parte sobrenatural ganha uma forma maior pelo fato do drama estar diretamente relacionado ao "sobrenatural".

A Entidade (2012)


Ellison (Ethan Hawke) é um jornalista famoso e temido por apontar denúncias de irregularidades, sempre em busca de sua próxima grande história. Quando ele descobre uma caixa com velhas fitas de vídeo em seu sótão, ele encontra filmagens assustadoras que poderiam ser a base de seu maior livro – mas somente se ele puder juntar a sequência de assassinatos que esses filmes apresentam.

Não há tantas semelhanças na trama e no jeito em que se desenvolve, porém A Entidade possui alguns bons elementos também usados em Hereditário. 

O Convite (2015)


Uma tragédia abala o casal formado por Will e Eden. Eles perdem o filho pequeno e, desolada, Eden vai embora sem dar notícias. Dois anos mais tarde, ela volta a procurar o marido, acompanhada de outro homem, e totalmente diferente de como era antes. Durante um jantar, com Will, Eden e o novo companheiro de sua esposa, Will começa a suspeitar que os visitantes têm planos sinistros contra ele.

Assim como em Hereditário, o filme se desenvolve de forma bastante lenta e atmosférica, não sabemos onde o enredo está nos levando e a sensação de incômodo se mantém até o desfecho.

Boa Noite, Mamãe (2014)


Uma família vive em uma residência isolada em meio a árvores e plantações de milho. Após dias afastada por conta de cirurgias plásticas, a mãe (Susanne Wuest) volta para casa e não é reconhecida pelos filhos gêmeos. As crianças, de nove anos, duvidam que a mulher de rosto coberto seja realmente sua mãe e a partir de então nada será como antes.

Boa Noite, Mamãe está longe de ser um filme original, é quase uma cópia de A Inocente Face do Terror (1972) com Não Adormeça (1982). Mesmo faltando originalidade, o filme é bastante incômodo dentro da própria proposta, que também foca em um conflito familiar entre mãe e filhos e perda de sanidade após uma tragedia.    

A Casa do Diabo (2009)


Samantha Huges é uma estudante universitária que precisa ganhar dinheiro com certa urgência.E arruma emprego de baby-sitter. Apesar da remuneração ser ótima, ela percebe que há algo errado. Na medida em que um eclipse lunar escurece o céu noturno, elas percebe que os seus patrões guardam algo terrível para ela.

Ti West homenageou os filmes clássicos de satanismo dos anos 70, utilizando a mesma estética e elementos clássicos de filmes da época. 

Medo (2003)


Duas irmãs voltam para casa após passar um tempo em um internato. Elas são recebidas de braços abertos pela madrasta, que logo depois se mostra uma mulher cruel. Aos poucos, acontecimentos perturbadores vão deixar os nervos à flor da pele. Todos escondem um mistério horripilante. Há outras almas presentes no ar. Almas que não estão em paz.

Produção sul-coreana que ganhou status de filme cult e uma refilmagem americana, sem o mesmo impacto do original. O filme se desenvolve como um drama familiar, misturado com terror psicológico com alguns elementos sobrenaturais. 

2 comentários:

  1. Anônimo6/27/2018

    Caraca que belíssima lista

    ResponderExcluir
  2. A sua lista tá ótima. Eu acrescentaria "La Setta" (1991)

    ResponderExcluir