15 detalhes que você não percebeu em "Hereditário" - Sessão do Medo

29 de junho de 2018

15 detalhes que você não percebeu em "Hereditário"


Um dos filmes mais comentados do ano, Hereditário vem chocando as audiências e felizmente provando que é tudo aquilo que dizem ser. O terror que acompanha a destruição de uma família por forças sobrenaturais após o falecimento da matriarca é um filme rico em detalhes, que obviamente não serão notados por inteiro vendo apenas uma vez. Mas nós separamos alguns deles que vocês podem ter perdido e que servirão pra manter sua atenção quando rever!

Vamos lá?


1- "Ela queria que eu fosse um garoto". Charlie (Milly Shapiro) fala isso no início e na hora não sabemos muito bem qual o significado e facilmente esquecemos que essa frase tem um sentido maior. A vovó Graham de fato preferia que Charlie fosse um garoto pois seria o vazo perfeito para a encarnação do Rei Paimon.

2- Durante a primeira visita ao grupo de apoio, Annie (Toni Collette) conta a história de sua família aos ouvintes. Enquanto descreve sua mãe como manipuladora, a mulher menciona a morte de seu pai, que literalmente morreu de fome quando parou de comer devido à esquizofrenia psicótica e seu irmão se suicidou aos 16 anos, alegando que sua mãe estava tentando colocar pessoas dentro dele. Agora está bem claro.

3- Coincidentemente (ou não), o falecido irmão de Annie se chamava Charles.

4- Uma artista de miniaturas, Annie trabalha durante o filme com uma versão menor de sua própria casa, recriando tanto a si mesma quanto aos seus familiares. De certa forma, aquilo era uma metáfora de como sua vida era inteiramente controlada pelo culto.

5- Quando Charlie vê sua avó rodeada por fogo no início, pode ser uma analogia ao inferno.

6- Charlie cortando a cabeça do pombo na escola se torna uma premonição de sua própria morte.


7- Na chocante cena do acidente, o poste que decapita a cabeça de Charlie está marcado pelo símbolo do grupo. Portanto, sua morte não foi apenas um acidente, mas sim premeditada e manipulada pelo culto.

8- No álbum de fotografias que Annie encontra, próximo ao fim, vemos algumas fotos de Joan (Ann Dowd) e sua mãe em reuniões do culto. Numa delas, podemos ver a avó amamentando a Charlie bebê com uma mamadeira contendo um líquido preto, que parece ser ervas - as mesmas que Annie bebe no chá servido por Joan.

9- O estalo da língua que a Charlie faz é, na verdade, um tique de Paimon. No fim, após Peter se jogar pela janela e ser possuído pelo demônio, ele reproduz o mesmo barulho.


10- O sonambulismo de Annie quase causou uma tragédia antes mesmo dos eventos do filme, quando certa noite ela acordou prestes a incendiar seus dois filhos - o que causou um certo atrito entre ela e Peter. No entanto, esse fato pode ser interpretado como o instinto materno de Annie sendo involuntariamente manifestado, visto que ela estaria tentando salvar os filhos do que estaria por vir.

11- A cena em que Annie vai à casa de Joan e não é atendida, nós podemos ver que dentro está várias velas e também os bonecos bizarros feitos por Charlie. Os bonecos estão justamente recriando o ritual mostrado no final: uma pessoa coroada (Peter) e três pessoas sem cabeça fazendo reverência (Ellen, Annie e Charlie).

12- A figura que representa Rei Paimon no livro que Annie encontra traz o demônio montado num cavalo e carregando um saco com três cabeças. No fim das contas, é exatamente isto que é necessário para completar o ritual de transferência: a cabeça de Ellen, arrancada após seu cadáver ser exumado, a cabeça de Charlie, decapitada pelo poste, e a cabeça de Annie, que ela mesma corta sob influência de Paimon.


13- Quando Joan aparece para Peter na escola, gritando para ele "sair", ela se referia à ele sair de seu corpo e deixar Paimon entrar.

14- A luz estranha que aparece em diversas cenas do filme é uma manifestação de Paimon. Ela aparece no quarto de Charlie antes dela sair para a festa, aparece no corredor da escola de Peter antes dele ser temporariamente possuído e bater seu rosto na mesa, aparece na sala após Steve arder em chamas e vai em direção à Annie (onde ela imediatamente muda sua expressão de desespero para satisfação, indicando o momento em que foi possuída) e aparece quando Peter se joga da janela, indicando o momento em que ele foi possuído.

15- As pessoas nuas na casa no final são os seguidores do culto e são as mesmas pessoas que estavam no funeral de Ellen no início.

Houve outros detalhes que vocês pegaram? Conte-nos!

4 comentários:

  1. Ler esses 15 detalhes, me fez achar esse filme ainda mais impressionante. SPOILER O único detalhe que não consigo compreender foi o porquê que o marido de Annie pegou fogo, se foi ela quem jogou o caderno na lareira, e antes quando ela tentou queimá-lo, a manga do casaco dela começou a queimar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na mitologia, King Paimon é conhecido por ser "travesso", então provavelmente foi uma brincadeira perversa dele para desestabilizar Annie e então possuí-la.

      Excluir
  2. Anônimo7/15/2018

    Uma dúvida q fiquei : por que a avó não realizou o ritual qdo se reaproximou da filha? Não era mais fácil fazer isso qdo o Peter era mais novo e a Charlie ainda um bebê? Por que esperar tanto para realizar o ritual?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que o Peter precisaria estar vulnerável para que Paimon se apossasse dele e Peter era bastante distante da avó quando Charlie nasceu. Então eles resolveram esperar pra depois colocar o plano em prática, o peso seria maior e portanto seria mais fácil.

      Excluir