Conheça o elenco do remake de "Cemitério Maldito" - Sessão do Medo

21 de junho de 2018

Conheça o elenco do remake de "Cemitério Maldito"


Mais uma adaptação do mestre Stephen King está a caminho. Depois do sucesso estrondoso de It - A Coisa (2017), a Paramount Pictures resolveu colocar lenha na produção do remake de Cemitério Maldito (1989), que é baseado no livro "O Cemitério", escrito por King.

As gravações começaram nesta semana e o elenco principal está completo. Conheça a nova família Creed:

Jason Clarke (A Maldição da Casa Winchester) interpretará Louis Creed, o médico de cidade grande que se muda com sua família para uma pequena cidade. Sua esposa, Rachel, será interpretada por Amy Seimetz (Alien: Covenant). O vizinho misterioso, Jud Crandall, ficará a cargo do vencedor do Emmy, John Lithgow (série The Crown).

Clarke, Seimetz e Lithgow.

Já o núcleo infantil ficará com Jeté Laurence no papel de Ellie Creed, a filha mais velha da família e dona do gato de estimação, Church. O famoso papel de Gage Creed, filho caçula que foi excelentemente interpretado no original por Miko Hughes, será dividido entre os irmãos gêmeos Hugo e Lucas Lavoie.

Hugo Lavoie, Jeté Laurence e Lucas Lavoie.

O filme será dirigido pela dupla Dennis Widmyer e Kevin Kolsch, que comandaram o ótimo Starry Eyes (2014), disponível na Netflix. O primeiro postou recentemente no Twitter a primeira foto do set de gravações, que vocês podem conferir abaixo.

Com um novo roteiro de Jeff Buhler (do vindouro reboot de O Grito), a história acompanha uma família que se muda para uma nova casa e descobre, perto da propriedade, um cemitério indígena que tem a capacidade de reviver coisas. A princípio, o gato da família passa pelo processo mas eles estão prestes a descobrir que o cemitério não traz pessoas humanas de volta à vida da mesma forma que elas eram antes.

A estréia está marcada para 5 de Abril de 2019.



Um comentário:

  1. finalmente assisti hoje o original (nem lembrava mais que eu tinha colocado na minha lista no netflix rs).
    gostei mas não me impactou a ponto de acha-lo memorável (hoje em dia). King é expert em criar personagens pertubadoramente esquisitos.

    ResponderExcluir