10 filmes de terror aprovados no Teste de Bechdel - Sessão do Medo

24 de setembro de 2018

10 filmes de terror aprovados no Teste de Bechdel

Filmes de terror são comumente acusados de reproduzir estereótipos sexistas e pisar na bola quando o assunto é a representação feminina no cinema. No entanto, desde Mary Shelley, autora de Frankenstein (clássico amplamente adaptado para a telona), até scream queens como Jamie Lee Curtis, que este ano retorna em um novo Halloween, é impossível imaginar o gênero sem a presença e o trabalho das mulheres. Pensando nisso, o Sessão do Medo traz uma lista de dez filmes que foram aprovados no Teste de Bechdel. 

A ideia foi concebida originalmente em 1985, quando uma personagem dos quadrinhos Dykes to Watch Out, da cartunista americana Alison Bechdel, disse que só assiste a filmes que estejam de acordo com três quesitos:

  1. Ter, pelo menos, duas personagens mulheres com nome;
  2. Essas personagens devem conversar entre si; 
  3. Sobre qualquer coisa que vá além de homens;

A partir desse filtro, o site Bechdel Test Movie List avalia se os filmes estão aprovados ou não. É importante deixar claro que o fato de um longa ser reprovado no teste de Bechdel não o torna necessariamente machista, mas mostra que o diretor e o roteirista falharam (ou não se preocuparam) em desenvolver personagens femininas. O contrário também vale: ser aprovado não significa necessariamente que se trata de uma obra que empodera as mulheres.

Enquanto clássicos do terror como O Massacre da Serra Elétrica (1974), Um Lobisomem Americano em Londres (1981) e Uma Noite Alucinante: A Morte do Demônio (1981) foram reprovados, esses outros dez filmes receberam sinal verde do teste:

O Bebê de Rosemary (Roman Polanski, 1968)


Rosemary (Mia Farrow) e seu marido (John Cassavetes) mudam-se para um novo apartamento em Nova York, onde conhecem um casal de idosos que mora logo ao lado. Os dois possuem modos muito estranhos de agir e não demora muito para que Rosemary passe a se incomodar com a falta de privacidade e o comportamento dos dois. No entanto, quando engravida, ela passa a presenciar acontecimentos ainda mais estranhos e entra em uma paranoia crescente de que os seus vizinhos são parte de uma seita diabólica que quer roubar o seu bebê.

Halloween: A Noite do Terror (John Carpenter, 1978)


Em Halloween: A Noite do Terror, o psicopata Michael Myers (Tony Moran) escapa da instituição psiquiátrica em que estava preso desde que matou a sua própria irmã, há 15 anos, e dá início a uma onda de assassinatos na cidade de Haddonfield.

Poltergeist: O Fenômeno (Tobe Hooper, 1982)


Do mesmo diretor de O Massacre da Serra Elétrica e roteirizado e produzido por ninguém menos que Steven Spielberg, Poltergeist: O Fenômeno acompanha uma família que precisa lidar com acontecimentos paranormais em sua residência, onde fantasmas começam a se comunicar com eles pela televisão. Quando a filha menor (Heather O'Rourke) desaparece misteriosamente, os pais vão em busca de um grupo de especialistas em uma corrida contra o tempo para trazê-la de volta. O longa foi indicado a três prêmios Oscar (Melhores Efeitos Especiais, Melhor Edição de Som e Melhor Trilha), algo não muito comum para o gênero terror.

A Hora do Pesadelo (Wes Craven, 1984)


Um grupo de adolescentes tem pesadelos horríveis, onde são atacados por um homem deformado com garras de aço. Ele apenas aparece durante o sono e, para escapar, é preciso acordar. Os crimes vão ocorrendo seguidamente, até que se descobre que o ser misterioso é na verdade Freddy Krueger (Robert Englund), um homem que foi queimado vivo pela vizinhança e agora usa o sono para fazer novas vítimas.

Drácula de Bram Stoker (Francis Ford Coppola, 1992)


O vampiro Conde Drácula (Gary Oldman) contrata os serviços de Jonathan Harker (Keanu Reeves), um advogado de Londres, e, ao ver um retrato da noiva do rapaz (Winona Ryder), se convence de que ela é a reencarnação da amada que ele perdeu séculos atrás. Drácula, então, aprisiona Jonathan em seu castelo e parte para a Inglaterra a fim de reconquistá-la.

Pânico (Wes Craven, 1996)


Sidney Prescott (Neve Campbell) começa a desconfiar que a morte de dois estudantes está relacionada com o falecimento da sua mãe, há cerca de um ano. Enquanto isso, os jovens da pacata cidadezinha começam a receber ligações de um maníaco que faz perguntas sobre filmes de horror. Quem erra morre.

Madrugada dos Mortos (Zack Snyder, 2004)


Ao acordar, Ana (Sarah Polley) descobre que o mundo foi tomado por uma legião de zumbis. Ela, então, se une a um grupo de sobreviventes que buscam refúgio em um shopping. No entanto, à medida que os próprios humanos começam a se desentender entre si, ela percebe que os mortos-vivos do lado de fora não são seu único problema. 

Mártires (Pascal Laugier, 2008)


Lucie (Jessie Pham), uma menina desaparecida de dez anos, é encontrada em uma estrada, desorientada, sem lembrar de nada que aconteceu. Seu corpo está todo maltratado e as razões de seu desaparecimento são um mistério. Internada em um hospital pelos traumas causados, ela faz amizade com outra menina chamada Anna (Erika Scott). Quinze anos depois dessa terrível experiência, Lucie (Mylene Jampanoï) embarca em uma sangrenta vingança contra os seus opressores - ou contra quem ela acredita que eles são.

O Babadook (Jennifer Kent, 2014)


Viúva e ainda traumatizada pela morte do marido, Amelida (Essie Davis) tenta lidar com o medo de monstros que aterroriza seu único filho, o pequeno rebelde Samuel (Noah Wiseman). Após encontrar um misterioso livro, o menino, certo de que há um monstro que deseja matá-lo, começa a agir irracionalmente para o desespero de sua mãe. Mas logo Amelia percebe que realmente há uma sinistra presença na casa e ao redor deles.

XX (Karyn Kusama, Roxanne Benjamin, St. Vincent, Jovanka Vuckovic, 2017)


XX é uma antologia de quatro contos de terror dirigidas, roteirizadas e protagonizadas por mulheres. Em The Box, um garoto vê algo misterioso dentro do pacote de presente de um desconhecido no metrô e começa a se comportar de uma maneira estranha que acaba afetando toda a sua família; The Birthday Party acompanha uma festa de aniversário que não sai muito bem como o planejado. Por fim, temos Don't Fall, em que um grupo de jovens decide acampar em uma região isolada e vira presa de uma criatura feroz, e Her Only Living Son, sobre uma mãe que precisa lidar com o lado macabro de seu filho.


Leia também:

Sem maquiagem: os atores por trás dos monstros do cinema

"Le Manoir du Diable", o primeiro filme de terror do cinema

Nenhum comentário:

Postar um comentário