Crítica: Amizade Desfeita 2 (2018) - Sessão do Medo

4 de novembro de 2018

Crítica: Amizade Desfeita 2 (2018)


A Blumhouse Pictures tem um modelo de produção bem básico mas que costuma render milhões. Eles escolhem histórias de horror que possam ser filmadas com baixo custo, recebendo então um grande lançamento que, dependendo da qualidade ou do boca-a-boca, pode potencializar seu valor. Foi basicamente isso que aconteceu com Amizade Desfeita (2015), um terror situado inteiramente na tela do computador de amigos que são assombrados pelo espírito de uma jovem durante uma conversa no Skype.

Embora tenha dividido opiniões, o filme gerou seu burburinho e a sequência oficial foi lançada este ano. Subtitulada Dark Web, a continuação traz uma história nova mas mantendo o mesmo esquema de tela de pc. Dessa vez, nós conhecemos Mattias (Colin Woodell), um rapaz que encontra um computador na cafeteria que frequenta e resolve roubá-lo. Ao acessar, ele se depara com uma pasta de arquivos escondida, com várias filmagens de câmeras de segurança ou webcams. Enquanto compartilha as descobertas com os amigos através de uma videoconferência, Mattias logo vai percebendo há uma coisa bem mais sinistra envolvendo esses arquivos, uma coisa que colocará ele e os amigos em perigo.


Abandonando quaisquer aspectos sobrenaturais da trama, Dark Web aproveita um medo muito comum nos dias atuais: a dark web. Nós a conhecemos como a camada subterrânea da internet, incapaz de ser acessada como a surface web. Então há a camada escondida, a deep web, que na verdade se tornou menos complicado de interceptar. E há a dark web, que caso você não saiba o que é, descobrirá neste filme.

À medida que Mattias vai descobrindo os planos macabros do dono do laptop, ele vai descobrindo que há uma organização conhecida como "O Círculo", que organiza sequestros e assassinatos de jovens. Como agora ele sabe, assim como seus amigos, um a um eles vão sendo ameaçados. Enquanto uma entidade assassinava os personagens do primeiro filme, aqui não temos fantasminhas revoltados, mas sim pessoas encapuzadas que estão tentando queimar arquivos.

Por mais que repita clichês dos virtual horrors, sendo bastante parecido inclusive com The Den que tem a mesma proposta, Amizade Desfeita 2 ainda tem um roteiro instigante o suficiente para te prender. Isso também era uma característica do primeiro, que é um filme mediano mas que sabe prender a atenção. Dessa vez, não temos tantos problemas com o enredo, portanto fica mais fácil de aproveitar o longa e sentir a tensão.
poster
ficha técnica
Título Original: Unfriended - Dark Web
Ano: 2018 • Duração: 92 minutos
Direção: Stephen Susco
Roteiro: Stephen Susco
Elenco: Colin Woodell, Rebecca Rittenhouse, Betty Gabriel
Sinopse: Um jovem de 20 anos encontra arquivos ocultos no armazenamento de memória do seu novo laptop e sem perceber ele se vê preso na tela do computador e dentro da parte mais profunda e obscura da web.

Nenhum comentário:

Postar um comentário