Continuações Direto para DVD, Garantia de Filme Ruim. - Sessão do Medo

28 de junho de 2013

Continuações Direto para DVD, Garantia de Filme Ruim.

Ontem foi divulgada duas imagens inéditas de 'A Maldição de Chucky', junto com a confirmação de que o filme será lançado direto em DVD, sem passar pela tela grande. Uma galera tá animada com essa continuação, principalmente por resgatar o terror perdido em A Noiva de Chucky. A ideia não podia ser melhor, seguir os passos dos 3 primeiros filmes da franquia, que são os melhores da franquia. Mas o porém, vem com a confirmação de que é um filme feito direto para o mercado de Home Video. Se o filme é bom como a gente espera que seja, por que não vai passar nos cinemas? Essa é uma pergunta valida, já que 10 em 10 produções lançadas direto em DVD são de qualidade duvidosa. E quando são continuações de franquias conhecidas ou famosas é garantia de bomba pela frente. Nessa postagem eu vou citar só as continuações de franquias conhecidas, ou continuações de filmes de terror feitas direto para o mercado Home Video e puxar os antecedentes criminais, mostrando o quanto foram ruins as continuações. Então vamo que vamo...

Hellraiser: Revelação





A franquia Hellraiser, já tinha tido outras produções ruins feitas direto para o mercado home video, desde que o diretor Rick Bota havia assumido a direção das 3 últimas continuações, Hellraiser: Caçador do Inferno, Hellraiser: O Retorno dos Mortos, Hellworld - O Mundo do Inferno. Mas foi a Dimension a (in) responsável pelo pior filme da franquia, lançado em 2011 somente para não perderem os direitos da franquia, sem Doug Bradley no elenco e com uma produção com cara de filme feito por fãs da franquia. A direção do filme ficou a cargo de Victor Garcia, da continuação genérica De Volta A Casa da Colina. A história é uma cocha de retalhos do primeiro filme, quase uma cópia do enredo, com atuações e atores ruins ao extremo. Como dizia Pinhead no primeiro filme da franquia: "Isso não é para os seus olhos!".


O Grito 3




A Stage 6, afiliada da Sony produziu em 2009 a terceira parte da franquia O Grito. Dessa vez sem Sam Raimi e Rob Talbert envolvidos na produção e sem a direção de Takashi Shimizu e o resultado foi uma das piores continuações já feitas. A história é negligente, e  não segue os padrões da série. Dessa vez toda a história se passa nos Estados Unidos dentro de um prédio, onde Kayako e Toshio assombram uma família. Não há há mais a narrativa criativa e as táticas de assustar de  Takashi Shimizu, o filme segue com aparições dos dois fantasmas fazendo barulho e se contorcendo pelo prédio. Dessa vez o visual foi alterado e Toshio cresceu (!) Fantasmas crescem? Ficam mais brancos? O filme enterrou de vez a franquia que já não ia bem das pernas.

30 Dias de Noite: Dias Sombrios 




A Stage 6, produtora que produziu O Grito 3, produziu em 2010, a continuação de 30 Dias de Noite (2007) e também a adaptação do segundo Graphic Novel de Steve Niles. Eu sou um dos poucos que gosta dessa continuação, mas o nível de rejeição por parte do público foi alta. Muitos diziam que a continuação era péssima e que fugiu dos padrões do primeiro e que a produção não tinha a mesma qualidade. Comparando os dois filmes a diferença é evidente. Assim como em O Grito 3, Sam Raimi ficou de fora da produção e a qualidade caiu, Melissa George ficou de fora, e a personagem Stella teve que ser substituída por outra atriz, dessa vez Kiele Sanchez.

Espelhos do Medo 2



Esse foi lançado junto com 30 Dias de Noite: Dias Sombrios, continuação de Espelhos do Medo de 2008, que era refilmagem do sul-coreano Espelho. É uma das continuações mais banais que eu já vi, a história é desinteressante, os efeitos são ruins, as cenas de terror fracas. O enredo não tem ligação alguma com o primeiro filme e mostra um espirito em busca de vingança contra uns funcionários de um shopping. A direção é de Victor Garcia, diretor de Hellraiser: Revelations.

Wrong Turn 2,3,4,5




Se essa postagem fosse um Top 10 de piores continuações lançadas direto em DVD, as continuações de Pânico na Floresta ficariam em 1º lugar. O responsável é um tal de Declan O'Brien, que dirigiu todos os filmes da franquia, com exceção do primeiro. A cada filme a franquia se supera com uma continuação pior que a outra. Mortes toscas em CGI, atores de quinta, produção incompetente, maquiagem mal feita, tudo isso faz parte dessas continuações que saíram todas direto em DVD.


Colheita Maldita: Genesis




Assim como aconteceu com Hellraiser Revelations, a Dimension decidiu lançar um 9º filme da franquia Colheita Maldita, as duas franquias são da produtora, que já havia lançado outros filmes direto em DVD. O caso desse 9º filme é o mesmo de Hellraiser Revelation, uma produção ruim, feita as pressas para não perderem os diretos da franquia. No caso de Colheita Maldita Genesis, o enredo não tem relação nenhuma com os outros filmes, a impressão que passa é que o roteirista nem se deu ao trabalho de conferir os outros filmes. Nesse aqui não temos crianças matando os adultos e orando para o Deus pagão delas, só tem uma criança que é dita como maligna, mas que pouco aparece em cena. Conseguiu a proeza de ser o pior filme da franquia que já tinha continuações de péssima qualidade.


O Pesadelo 2



Sim, o primeiro já não era grande coisa, mas o que dizer dessa continuação? Tão ruim, que fez eu considerar o primeiro bom, comparado a esse. O nome do filme em inglês é Boogeyman, que é o mostro do primeiro filme e das histórias infantis, só que essa continuação não tem o tal monstro. Isso ai, a continuação fugiu completamente do era proposto no primeiro filme e mostrou um assassino que matava pacientes de um hospital psiquiátrico. A produção mais uma fez é da Stage 6  e mais uma vez Sam Raimi e Rob Talbert ficaram de fora da produção.

O Albergue Parte 3



Produtora Stage 6 ataca de novo com outra continuação ruim, dessa vez o terceiro filme de O Albergue. A premissa desse terceiro filme parecia boa, um Se Beber Não Case encontra O Albergue. A história agora ambientada em Las Vegas e mostra um grupo de amigos numa despedida de solteiro, indo a um casino para uma noite de muita bebida, fara e sexo, sem saber que serão vitimas do Elite Hunt dos Estados Unidos, um mercado negro, onde ricos pagam para ver torturas ao vivo. Aquele cenário sujo, escuro e abandonado dos dois primeiros ficaram de fora desse aqui, os cenários desse terceiro são tão limpos e iluminados que mais parecem um hospital. As torturas viraram um espetáculo sem sangue, onde há uma platéia para assistir tudo. A simplicidade se perdeu aqui e o filme não tem o mesmo não impacto e violência dos dois primeiros. Eli Roth disse não ter tido nenhuma participação nesse terceiro filme.

Quarentena 2



Quarentena, refilmagem de [Rec], teve uma continuação feita para o mercado Home Video. Quarentena 2: O Terminal. Esse aqui não é tão ruim, só uma continuação muito inferior ao primeiro filme, que por si só, já era inferior ao original. A produção foi na contramão e ignorou o enredo do primeiro filme. A explicação para o vírus é tão ruim, que vai fazer quem não gostou do vírus demoníaco do segundo, reconsiderar a ideia. A primeira metade que Quarentena 2 é excelente, personagens em um espaço confinado dentro de um avião tendo que enfrentar os infectados. Quando o avião pousa no terminal do aeroporto o filme cai bruscamente. E vemos cenas sem noção de ratos infectados mordendo personagens, personagens correndo de um lado para o outro no escuro. Nenhuma cena de tensão no filme é eficiente como no primeiro. O desfecho encerra o filme de forma mais insatisfatória possível. Continuação que serviu para mostrar o quanto [Rec]²: Possuídos é bom!


Essas são só algumas das continuações ruins lançadas direto em DVD. Se tiverem dicas de mais filmes é só comentar abaixo que eu incluo na postagem.