Crítica: A Serbian Film - Terror sem Limites (2010) - Sessão do Medo

5 de setembro de 2013

Crítica: A Serbian Film - Terror sem Limites (2010)

Depois de muito mimimi, polêmicas, criticas positivas e negativas do pessoal na internet, decidi finalmente dar uma chance ao tão comentado A Serbian Film, filme que gerou polêmica, depois que uma exibição de cinema foi proibida aqui no Rio de Janeiro. A versão sem cortes chegou a ser exibida em Porto Alegre e São Luís, sem problemas, mas em um dos festivais no Rio a censura proibiu o filme de ser exibido, gerando a revolta do público. Tudo isso gerou um marketing involutório para o filme, que ganhou muita atenção da mídia depois disso, com vários comentários sobre o caso e o próprio filme, no mesmo período que o filme foi campeão em downloads. Todo mundo queria ver o tal Serbian Film, alguns comentaram que o filme era um filme doentio e outros achavam só um filme de mal gosto. De fato, A Serbian Film é um filme pesado, mas toda a polemica em volta dele foi desnecessária. Um dos motivos para o tal cancelamento da exibição foi pelo fato de que, segundo os censuradores, o filme faz apologia a pedofilia e ao sadismo, tudo conversa fiada de quem não entendeu a proposta do filme. Em vários momentos o filme é quase uma crítica ao ser humano, e momento nenhum ele apresenta a violência explicita como algo divertido, ou como algo certo. Todas as cenas que apresentam violência estão ali para chocar, nada mais. Vamos deixar a hipocrisia de lado, de nada serve proibir o público de ver um filme "pesado" quando o mesmo vê coisa pior, que é a realidade em programas como o do Datena e do Marcelo Rezende. 


Quem já é familiarizado com o cinema dos anos 70, cheio de filmes pessimistas e sem apelo comercial, vai achar A Serbin Film só mais um filme hypado sem motivo para tal. É um dos filmes mais chocantes de todos os tempos? Não mesmo! Existem vários outros que deixam esse aqui no chinelo. Grande parte dos filmes dos anos 70, alguns filmes do Takashi Miike e algumas produções francesas. O filme choca em algumas cenas sim, mas é muito mais pelo repulsivo, algo de mal gosto que é apresentado, do que pelo teor psicológico ou pela violência em si. No final deixa a impressão de ser mais doentio do que chocante, como era prometido.


O filme conta a história de Milos, um ator decadente da indústria pornográfica, que tem uma bela esposa, um filho pequeno e uma casa bacana, mas está passando por dificuldades financeiras. Mesmo tendo sido um dos atores mais bem sucedidos no ramo pornô, ele é incapaz de conseguir outro emprego até que uma amiga lhe informa a existência de um diretor e produtor gringo que pretende filmar um filme na Sérvia e que quer contratar os serviços dele como ator por uma grande quantia em dinheiro. No primeiro encontro com o diretor, Milos já nota que algo não vai bem, depois que uma coroa paga uma gulosa enquanto uma dimenor assiste, e outras são exibidas em monitores. O tal projeto não tem roteiro definido, tudo seria improvisado por Milos e a equipe, mesmo sem saber no que ia se meter, Milos aceita a proposta pela grana. O pior erro da dua vida!


O filme começa bem devagar, chega a ser tedioso em alguns momentos, mas temos que admitir que o roteiro mesmo sem ser genial ou inovador, é bem trabalhado. É bacana o filme mostrar a relação de afeto do personagem principal, Milos com a família. Outro lance bacana é o irmão invejoso que tem inveja do irmão e tesão pela cunhada e não consegue transar com outras mulheres, e quando faz é vendo videos da cunhada. A narrativa lá pelo final é criativa. O personagem acorda na casa dele, cheio de sangue e ferimentos, sem lembrar de nada, é nessa parte que o filme fica bacana, mostrando o que aconteceu por fitas e flashbacks e é lá pro final que a coisa fica preta, mesmo o filme indo de ladeira a abaixo, junto com o final.


#SPOILERS CONTANDO CENAS DO FILME


Tem uma cena de muito mal gosto que já tinha sido muito comentada, que é aquela do estupro de um recém-nascido, cena que além de ser de muito mal gosto é desnecessária.


Em outra uma mulher é espancada e tem a cabeça decepada durante o estupro. Em outra um homem mascarado, depois de arrancar todos os dentes de uma mulher, a força a fazer sexo oral nele enquanto ele tapa o nariz dela, matando ela sufocada. O final surpresa é o ápice do mal gosto, não vou revelar o final, mas já adianto que é de muito mal gosto também. Mano, e que porra de cena é aquela que o maluco mata o cara usando a rola? Parece que saiu de algum filme da Troma, já pensou "O Homem de Pica da Aço"? Essa cena lá no final tirou toda a seriedade e o clima pesado que o filme tinha até então. É risível de tão tosca!



A Serbian Film é um filme ruim? Sem dúvida, ele tem algumas qualidades, mas no total é só mais um filme de mal gosto e muito inferior a vários outros, ele choca por ser de mal gosto. Nem sangue direito o filme tem, só um amontoado de cenas de violência e sexo forçadas e que tentam chocar.  É um filme bem feito, o roteiro é bem trabalhado, como eu disse ali em cima, visual bacana, boas atuações, mas no total é um filme de mal gosto que não vai agradar ninguém. "O filme mais controverso e chocante dos últimos tempos" Menos, menos, bem menos!