Crítica: Patient Seven (2016) - Sessão do Medo

30 de janeiro de 2019

Crítica: Patient Seven (2016)


Daniel Marcus (Michael Ironside, de O Vingador do Futuro) é um renomado médico psiquiatra que, como parte da pesquisa de seu novo livro, escolhe seis pacientes do Hospital Spring Valley para uma série de entrevistas. Os internos do local têm, em comum, o passado violento marcado por crimes dos quais alegam inocência. Assim que Marcus dá início às entrevistas, histórias de terror vão sendo reveladas uma a uma: serial killers, zumbis, espíritos malignos e vampiros tomam conta de relatos em que parece não haver limites entre delírio e realidade.

Patient Seven (Paciente Sete, em tradução literal) conquistou a minha atenção pelo seu enredo - afinal, filmes ambientados em hospitais psiquiátricos ou que envolvam personagens com doenças e transtornos mentais são um prato cheio para o gênero terror. Com a assinatura de nove diretores (os relatos de cada um dos pacientes foram transformados em curtas dirigidos, em média, por um cineasta diferente), o longa tem seus tropeços, mas não deixa de ser um bom exemplar de terror que merece ser mais conhecido.


Responsável por dirigir a história que serve como fio condutor para todas as outras, Danny Draven acerta ao abrir o filme com uma sequência na qual a câmera passeia pelas instalações do hospital psiquiátrico, sugerindo algo de perturbador naquele espaço. Logo depois, Dr. Marcus surge em cena - e, com o protagonista, todo o talento do ator Michael Ironside. Mesmo limitado pelo roteiro, Ironside surpreende pela qualidade da sua atuação. Vendo a interação  do psiquiatra com os pacientes, é impossível não reconhecer no tom da voz, no olhar, na expressão facial e no modo de franzir a testa uma semelhança muito grande com Jack Nicholson. Sim, enquanto assistia a Patient Seven, me perguntava se o ator que eu estava vendo não era um irmão gêmeo do intérprete de Jack Torrance em O Iluminado (1980) e do Coringa em Batman (1989)

Os primeiros minutos do longa são de fato interessantes: ainda sem sabermos como será a natureza das entrevistas, Dr. Marcus chama os pacientes à sala para ouvir as suas histórias perturbadoras. A melhor delas, inclusive, é trazida pelo paciente número dois (Daniel Lench), o homem de identidade desconhecida que em um pesadelo recorrente tem a visão de um assassino de aluguel (Alfie Allen, de O Predador, em um papel que caiu como uma luva) carregando um cadáver pelas ruas de Londres sem levantar suspeitas. É noite de Halloween e, para quem vê, o corpo faz parte da sua fantasia.


Depois do terceiro paciente, o filme perde ritmo por sua estrutura repetitiva. Dr. Marcus lê o histórico dos internos em voz alta, diz que está ali para ajudá-los, ouve o que eles têm a contar para, depois, provocá-los, ameaçá-los e fazê-los sair da sala aos gritos. Com isso, o roteiro acaba por transformá-lo em um personagem unidimensional e elimina qualquer chance de trabalhar melhor o suspense. Por que não colocar o psiquiatra tentando decifrar possíveis metáforas nas lembranças perturbadas? Buscando possíveis contradições entre o depoimento e provas encontradas no local do crime, por exemplo? Por mais que uma certa revelação possa ser usada para explicar o "despreparo" do médico e que o conto vampiresco do paciente seis (William Mark McCullough, de Logan Lucky: Roubo em Família) devolva um pouco de energia à trama, o espectador merecia algo a mais em termos de desenvolvimento narrativo. 

Falhando na tentativa de conectar todas as histórias, Patient Seven funciona melhor como um antologia independente de curtas de terror. O plot twist - que, aliás, parece saído de um clássico do gênero cujo título não será exposto para evitar spoilers - não chega a ser ruim, mas a força do longa está nos contos sangrentos e assustadores dos seis pacientes.


Título original: Patient Seven
Ano: 2016
Duração: 116 minutos
Direção: Danny Draven, Paul Davis, Ómar Örn Hauksson, Dean Hewison, Joel Morgan, Johannes Persson, Nicholas Peterson, Erlingur Thoroddsen, Rasmus Wassberg
Roteiro: Paul Davis, Sam Dickson, Richard Falkner, Paul Fishcer, Ómar Örn Hauksson, Jacey Heldrich, Dean Hewison, Barry Jay, Brian McAuley, Joel Morgan, Johannes Persson, Nicholas Peterson, David Steenhoek, Aidee Walker, Rasmus Wassberg
Elenco: Michael Ironside, Jack Plotnick, Anna Rose Moore, Doug Jones, Daniel Lench, Alfie Allen, Sirry Jons, Amanda Graeff, Grace Van Dien, William Mark McCullough