5 motivos para assistir a "Nós", novo filme do diretor de "Corra!" - Sessão do Medo

20 de março de 2019

5 motivos para assistir a "Nós", novo filme do diretor de "Corra!"


Amanhã (21/03) é a estreia do terror Nós - e, para entrar no clima, preparamos uma lista de cinco motivos para assistir ao filme no cinema. Confira:

Trailer fodão



Antes de qualquer coisa, precisamos falar sobre o trailer de Nós, que promete logo de cara uma história macabra e, no mínimo, diferente do que já estamos acostumados a ver. No enredo, uma família aparentemente normal vai passar as férias na companhia de amigos em uma casa no litoral. Quando a residência é cercada por quatro pessoas misteriosas com o mesmo rosto que eles, o pesadelo tem início. Além de cenas tensas, o trailer também traz uma trilha inspirada. Assista acima!

Diretor oscarizado


O diretor de Nós é Jordan Peele, o mesmo de Corra! (2017), filme pelo qual ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Original e ainda foi indicado na categoria de direção em 2018. Peele não só é uma figura carismática, mas também um cineasta muito talentoso, que combinou humor e tensão racial com maestria em seu longa de estreia. 

Em entrevista à Rolling Stones, ele afirmou que, ainda que seja protagonizado por atores negros, Nós não é um filme sobre racismo. "É importante que possamos contar histórias com negros sem necessariamente criarmos uma discussão de raça. Percebi que nunca assisti a um filme de terror desse tipo com uma família de negros norte-americanos no centro da narrativa".

Lupita Nyong'o


O filme tem mais uma ganhadora de Oscar em sua equipe: a atriz Lupita Nyong'o, que, em 2014, levou a estatueta de Melhor Atriz Coadjuvante pelo drama 12 Anos de Escravidão (2013). Ela também pode ser vista como Maz Kanata na nova trilogia de Star Wars e como Nakia em Pantera Negra (2018). Em Nós, Nyong'o interpreta a protagonista Adelaide Wilson e sua "cópia". O jornalista James Cimino já viu o filme e disse no Twitter que a atriz se destaca com uma atuação comparável à de Toni Collette em Hereditário (2018).

Só elogios


Nós coleciona elogios da crítica especializada, aumentando ainda mais as expectativas. No Rotten Tomatoes, site que agrega as avaliações e opiniões dos críticos, o filme tem aprovação de 99%. De acordo com Mara Reinstein, do Us Weekly, "é o tipo de longa que você assiste com os dedos cobrindo o rosto". David Sims, do The Atlantic, definiu Nós como "uma gloriosa sinfonia do medo" e Valerie Complex, do The Mary Sue, escreveu que "não se trata de um filme para qualquer um. É perturbador e violento - é uma história de terror em que a humanidade é a verdadeira vilã".

Um filme atual


"Criei uma alegoria sobre o medo que os Estados Unidos têm do outro, juntando ao fato de que somos nosso pior inimigo", declarou Peele na sessão de lançamento de Nós, segundo O Globo. Não à toa, o nome do filme em inglês, Us, remete também a United States (Estados Unidos, em inglês). 

O cineasta ainda disse que "a história toda é sobre proteger minha própria tribo, mesmo que o custo disso seja desumanizar completamente o estrangeiro". Isto é, uma temática mais do que atual em tempos de muros e barreiras. Já o site El Espectador reproduz um texto da agência de notícias EFE que enxerga, no longa, uma reflexão sobre o fracasso do American dream, a psicose coletiva e o padrão de sociedade consumista.